Por Dom Orlando Brandes Em Igreja Atualizada em 05 OUT 2020 - 09H27

Infância Missionária: "Criança evangelizando criança"

Divulgação
Divulgação


Grande ajuda na
educação humana e religiosa de nossos filhos é a “Infância Missionária”, ou seja a “criança evangelizando criança”. A força missionária da criança é impressionante. Aliás, ela já nasce com forte tendência religiosa.

A tarefa da Infância Missionária é conscientizar nossas crianças, desde a infância, a respeito da fé, da religião, do amor de Deus, suscitar nelas o espírito missionário, “ajudando as crianças por meio das crianças”. Consiste em despertar, formar, fomentar a ação missionária infantil. Desde cedo, uma criança pode pertencer à “Infância Missionária”, que congrega meninos e meninas nas paróquias, escolas e comunidades para a animação missionária.

A metodologia de trabalho é através de grupos de crianças em número de doze, lembrando os Doze Apóstolos de Jesus. O grupo escolhe um santo missionário como patrono do grupo e um lema que motiva o ideal missionário. Cada grupo escolhe uma criança como coordenadora. Tudo isso com assessoria de adultos preparados. Os grupos estudam religião, rezam pelas missões, aprendem cantos, jogos e outras brincadeiras. O grupo recebe tarefas semanais e cada um tem seu “caderno missionário”, onde escreve os compromissos semanais. Oferecem cada mês uma oferta destinada às crianças necessitadas de todo o mundo.

.:: As quatro dimensões do Mês Missionário Extraordinário

As crianças da Infância Missionária visitam doentes, divulgam notícias missionárias, participam em programas de TV, Rádio. São “pequenos grandes missionários”. Aprendem a amar as outras crianças como Jesus as amou. Os compromissos da criança missionária são: participar das reuniões, rezar pelas missões, oferecer sacrifícios para as missões, fazer amigos para Jesus. A criança aprende a ser solidária com as crianças pobres, doentes, órfãs, deficientes, abandonadas.

Pela Infância Missionária, transformamos nossas crianças em apóstolas de Jesus. Elas cativam os adultos, atraem outras crianças e são o gérmen de um mundo novo. Jesus colocou a criança no centro do reino. A Infância Missionária faz da criança a protagonista da evangelização. Numa sociedade que faz da criança a primeira consumista, pressionada pela força da televisão, a Infância Missionária apresenta um mundo novo, cheio de ideais e realizações para as crianças. Elas descobrem seu potencial humanitário e religioso.

Na festa e no Dia das Crianças, vale a pena lembrar aos noivos que a educação de uma criança começa aqui no noivado, ou seja, sua preparação para o casamento. E continua através do amor conjugal e familiar, dando especial atenção à vida intra-uterina, ao parto normal, ao aleitamento materno, ao colo do pai e da mãe, à presença dos pais em casa.

Investir nos pequenos é preparar cidadãos capazes de reconstruir o mundo.

Escrito por
Dom Orlando Brandes (Thiago Leon)
Dom Orlando Brandes

Arcebispo de Aparecida (SP)

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.