Por Redação A12 Em Igreja Atualizada em 20 JUN 2018 - 13H23

Iniciativa convida a vencer o medo para acolher o migrante e o refugiado

Shutterstock.
Shutterstock.
Vencer o medo para acolher o migrante e o refugiado!

“Estamos cientes de que não basta abrir os nossos corações ao sofrimento dos outros. Há muito que fazer antes de os nossos irmãos e irmãs poderem voltar a viver em paz numa casa segura. Acolher o outro requer um compromisso concreto, uma corrente de apoios e beneficência, uma atenção vigilante e abrangente”. 

A frase é do Papa Francisco na celebração do Dia Mundial da Paz de 2018 dedicada ao drama dos migrantes e refugiados no mundo.  

Hoje, 250 milhões de pessoas vivem a realidade da migração em todo o planeta e destes pouco mais de 22 milhões são refugiados. 

Seja por perseguição política, religiosa ou racial, por ter uma nacionalidade ou por pertencer a um grupo social, ou em busca de melhores condições de vida, essas pessoas enfrentam desafios em uma nova realidade e precisam contar com a solidariedade de outras pessoas. 

Para auxiliar na conscientização sobre a questão da migração e também dos refugiados, a 33ª Semana do Migrante promovida pelo Serviço Pastoral dos Migrantes e Cáritas Brasileira, indica a reflexão: "A vida é feita de encontros: braços abertos sem medo para acolher", em vista da comemoração do Dia Nacional do Migrante no próximo dia 25 de junho. 

Leia Mais 68 milhões de pessoas em deslocamento forçado e 5 dicas do PapaNesse ano, a iniciativa ocorre em sintonia com a campanha mundial 'Compartilhe a Viagem' que convida a responder ao apelo do Papa Francisco abraçando a “cultura do encontro” e fazendo uma proposta positiva diante da realidade atual na vida de imigrantes e refugiados.

A campanha tem 3 principais mensagens, que servem para nos alertar e aproximar-nos dessa realidade: 

1. Conheça um imigrante, acolha-o nas comunidades e reconheça seus direitos e dignidade humana; 

2. A imigração é uma oportunidade para analisar nossas diferenças e semelhanças e entender como estamos todos conectados. Podemos combater a globalização da indiferença com a globalização do encontro;

3. Os imigrantes devem ter a opção de permanecer em seus países ou o direito de ir legalmente e com segurança para outro país. Imigração implica direitos e responsabilidades de todos os lados.

A organização da iniciativa disponibiliza materiais para as comunidades e grupos interessados na temática. Acesse o endereço spmigrantes.wordpress.com e clique no banner alusivo à 33ª Semana do Migrante. 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.