Por Pe. André Gustavo de Sousa Em Igreja

Lectio Divina: um passeio com Deus no paraíso

“Quando tomamos nas mãos, com fé, as Sagradas Escrituras e as lemos com a Igreja, a pessoa humana volta a passear com Deus no paraíso”. (S. Ambrósio)

Belo e profundo ensinamento de Santo Ambrósio, que nos ajuda a compreender como é importante a prática da Leitura Orante das Sagradas Escrituras ou Lectio Divina, como conhecemos.

oração Foto: Comunidade Shalon

No mês da Bíblia, quero apresentar a você a Lectio Divina, que é um caminho fecundo para nossa espiritualidade cristã. Como estamos escutando a Palavra de Deus, meditando, rezando e vivendo os seus ensinamentos? A Palavra transforma a nossa vida, ilumina nosso caminhar e nos aperfeiçoa na vivência da santidade. A Palavra é, pois, alimento para nossa existência.

A Igreja nos recomenda vivamente a prática da Lectio Divina, pessoal e também comunitariamente. A Exortação Apostólica Verbum Domini, dando especial atenção a Lectio Divina, afirma que esse método “é verdadeiramente capaz não só de desvendar ao fiel o tesouro da Palavra de Deus, mas também de criar o encontro com Cristo, Palavra viva e divina.” (VD 87) A leitura orante da Palavra de Deus favorece nossa conversão, aprofunda nossa comunhão e conserva-nos na intimidade com Deus.

“De modo particular, é necessário que a escuta da Palavra se torne um encontro vital, segundo a antiga e sempre válida tradição da Lectio Divina: esta permite ler o texto bíblico como palavra viva que interpela, orienta, plasma a existência.” (João Paulo II, Novo Millennio Ineunte, 39)

Essa prática, existente desde o início da Igreja, está estruturada em 4 passos fundamentais, explicitados abaixo: Leitura, meditação, oração e contemplação.

Leitura

Ler o texto com atenção, escutar em profundidade

Compreender a estrutura do texto, palavras-chave, gênero literário...

Meditação

O significado da Palavra: que diz? Que me diz? Quem me diz?

Buscar para além das palavras, o mistério de Cristo e assimilar essa Palavra, contextualizar a Palavra na própria história.

Oração

Diálogo com Deus a partir da Palavra lida e meditada. Resposta sincera, rezar desde nossa vida.

Oração de louvor, de súplica, arrependimento, ação de graças.

Contemplação

A Palavra encarnada. Diante da manifestação de Deus, prostro-me, adoro, silencio, fixo o olhar e o coração em Deus para interpretar cada momento da vida segundo o pensamento de Cristo.

A contemplação leva ao compromisso e a partilha (ação): a Palavra realiza-se – vida, testemunho, anúncio e esperança.

 

Recomenda-se a prática da Lectio Divina, numa atitude de silêncio interior, meditação, oração e contemplação, tudo em sintonia com o Espírito Santo.

Recomenda-se a prática da Lectio Divina, numa atitude de silêncio interior, meditação, oração e contemplação, tudo em sintonia com o Espírito Santo. Na leitura orante, as pessoas encontram orientação para vida, serenidade e força para dizerem sim a Deus, impulso para o seguimento de Jesus Cristo e o sentido de sua vida. Devemos valorizar esta prática, pessoalmente e em pequenas comunidades (círculos bíblicos).

Os momentos da vida da comunidade como reuniões, formações, encontros de oração são ocasiões propícias para a prática da Lectio Divina, porém muitas vezes nossa pastoral descuida da espiritualidade bíblica. Não nos esqueçamos: está na hora de realizarmos a animação bíblica em nossas comunidades e na nossa pastoral. (cf. VD 73). Habitados pela Palavra, estaremos prontos para a missão.

Passeando com Deus no paraíso

Que tal fazer uma lectio divina?

Preparação - Disposição interior: Silêncio

Outras atitudes importantes: Escuta diligente, atenção, disponibilidade. Tudo em clima de oração e fé.

Invocar as luzes do Espírito Santo, abrir o coração e tornar-se morada da Palavra.

Texto bíblico sugerido: Lc 4, 16-27 (pode ser outro, o evangelho do dia, uma leitura...)

LEITURA: ler com atenção o texto, uma, duas vezes, interiorizá-lo. O que diz o texto? (versículos, ideias-chave, atitudes...)

Discurso de Jesus na sinagoga, passagem profética, na qual apresenta o programa do seu ministério, com audácia e liberdade.

MEDITAÇÃO: contextualizar essa palavra na vida. O que me diz? No que a passagem ilumina minha vida? Estou edificado na Palavra? Deixo-me guiar pelo Espírito Santo que também me consagra e envia para a missão?

ORAÇÃO: que essa passagem me faz dizer a Deus? Deixe brotar do coração uma oração... Faça sua prece espontânea... súplica, agradecimento...

Que Deus derrame sobre nós o seu Espirito Santo, para sermos autênticos missionários, instrumentos de libertação, proclamadores do tempo da graça do Senhor.

CONTEMPLAÇÃO: silêncio interior, assimilar, segundo o coração de Deus, os seus ensinamentos e assumir um compromisso de vida, a partir do texto lido, meditado e rezado. Deixar-se conformar, plasmar a existência na Palavra. Escolha um versículo para recordar e viver. Faça escolhas para a vida em conformidade com a Palavra de Deus.

Concluir o momento com a oração de um salmo, um canto...

E se a Lectio Divina for feita em comunidade, seguem essas dicas:

Estabelecer tempo, lugar, escolher texto adequado, encarregar alguém para conduzir (preparar antes), ter o texto em mãos (todos), preparar ambiente, símbolos, cantos...(destaque à Bíblia, velas...)

Acolhida dos irmãos, oração ao Espírito Santo, canto...

Leitura do texto (atenta, momento de silêncio, recordar o que foi lido), recorrer a comentários do texto...

Meditar o texto, implicações para a vida...

Partilhar

Rezar a Palavra Meditada (preces comunitárias, à luz do texto bíblico)

Contemplar, comprometer-se: com o coração fixo em Deus... O que levamos para a vida?

Entre cada etapa pode-se entoar um canto que exprima o sentido do texto escolhido

Pode-se concluir com um canto, um salmo que faça ressonância no sentido do texto.

Colunista Padre André Gustavo

Escrito por
Assinatura pequena André Gustavo Colunista.png
Pe. André Gustavo de Sousa

Arquidiocese de Aparecida (SP).

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.