Por Marília Ribeiro Em Igreja

Partilhar o amor e ser solidário para viver a misericórdia

Partilhar o amor e a solidariedade

O Ano da Misericórdia, instituído pelo papa Francisco, terá início no próximo dia 8 de dezembro, na solenidade da Imaculada Conceição. O pontífice durante a cerimônia de publicação da Bula de convocação do Jubileu da Misericórdia explicou por que decidiu proclamar o Ano da Misericórdia dizendo: “O Ano Santo deverá manter vivo em nós o desejo de levá-la aos que sofrem aos que estão sem esperança de serem perdoados, de serem amados pelo Pai”.

Refletindo essa citação o missionário redentorista, padre Alberto Pasquoto afirma: “É próprio de quem ama fazer a outra pessoa amada”.

O sacerdote explica em entrevista ao portal A12, que ser misericordioso é olhar para o outro e estar pronto para socorrer, assim como Deus fez sendo solidário ao se aproximar e se comprometer com o homem, ressaltando: “Quem tem compaixão do outro reparte o que tem de melhor e o melhor de Deus é a vida, é o sentido da existência”. Ouça a reflexão na íntegra.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.