Por Frei Rinaldo, osm Em Igreja

Saúde e Fé: Esteatose Hepática, gordura no fígado

Querido internauta 

Deus o abençoe com toda sorte de bênçãos físicas e espirituais.

Vamos falar de uma doença silenciosa, mas que pode trazer sérias consequências para a nossa saúde. O órgão é o fígado, e dentre todas as doenças que podem acometer essa preciosa usina que temos, uma delas é a ESTEATOSE HEPÁTICA (acúmulo de gordura no fígado).

passos-para-ter-uma-vida-saudavel.

O nosso fígado é uma verdadeira usina, exerce mais de 500 funções em nosso organismo. Esse aumento de gordura quando é prolongado provoca quadros de inflamação no fígado que pode evoluir para hepatite gordurosa, cirrose e o câncer. Sabemos que existem dois tipos: alcoólicas e não alcoólicas. O exagerado e constante consume de álcool faz um mal enorme ao fígado. Além do álcool, situações como sobrepeso, diabetes, sedentarismo, má alimentação, obesidade abdominal, pressão alta, colesterol elevado, consumo de drogas,  levam a quadros de esteatose hepática.

A doença é silenciosa. A pessoa começa a se queixar de cansaço, dor do lado direito do abdômen, perda de apetite, fraqueza, cor amarelada nos olhos e na pele, enjoos, vômitos, diarreia. O diagnostico de uma esteatose hepática é feito através de exames laboratoriais (sangue) e de imagem (ultrassonografia ou tomografia computadorizada). As análises clínicas vão avaliar o grau de lesão do fígado nas chamadas enzimas hepáticas (TGO e TGP ou AST e ALT) e de outros marcadores específicos (gama GT). Existem três graus que revelam a quantidade de gordura no fígado: grau 1 (leve), grau 2 (moderado) e grau 3 (grande acúmulo de gordura).

O tratamento para esteatose especificamente falando não existe. O que deve ser feito é combater os fatores de risco elencados acima. O primeiro passo e talvez o mais importante é perder peso. Isso se consegue com práticas de exercícios regulares. Controlar o colesterol e o diabetes é fundamental. Creio que é importante fixar aqui os três pilares que, juntos, podem reduzir e muito essa gordura no fígado: estilo de vida saudável, alimentação equilibrada e a prática de atividades físicas. Algumas recomendações são importantes:

  • - controle suas medidas abdominais (circunferência): homens até 102 cm e mulheres até 88 cm;
  • - mantenha-se no peso ideal de acordo com sua idade e altura;
  • - evite o consumo de bebida alcoólica. 
  • - tenha uma boa dieta alimentar (alimentos integrais, azeite de oliva, peixes, frutas e verduras) e evite o excesso de carboidrato e as gorduras saturadas.

A gordura no fígado tem cura, porem, o tratamento deve ser levado a sério. Vamos cuidar bem dessa enorme usina que temos que é o nosso fígado. Cuidar do corpo é um ato de amor e respeito para com Deus.  Portanto, cuide do seu corpo, pois ele é morada de Deus.

Com carinho e bênçãos

Assinatura Frei Rinaldo ATUALIZADA colunista

Escrito por
Assinatura pequena Frei Rinaldo Colunista.png
Frei Rinaldo, osm

Frei Rinaldo, osm

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.