Por Redação A12 Em Igreja

Seminário São José de Crato (CE) completa 140 anos neste sábado

O Seminário Diocesano São José, em Crato (CE), festeja neste sábado, 7, os seus 140 anos de existência. Para celebrar a data, será realizado um encontro para os ex-alunos, às 9h, seguido de missa, às 10h, presidida pelo bispo da Diocese de Crato, Dom Fernando Panico. Na ocasião será lançado o livro “O casarão de 1875 no encontro de 2014”, do professor João Teófilo Pierri, que aborda a história do seminário. 

Fachada do seminário

A origem do Seminário São José está relacionada ao primeiro bispo do Ceará, Dom Luiz Antônio dos Santos (1861-1881), que tinha o desejo de fundar na cidade um educandário religioso. Para executar este sonho, o bispo enviou em 1872 dois padres lazaristas, Guilherme e Antônio, que pregaram a necessidade deste projeto e recolheram donativos para a sua construção. Dois anos depois, o bispo pôde autorizar a construção do Seminário do Crato. Dom Luiz chegou a morar em Crato para acompanhar de perto a edificação, em seu início. No ano seguinte, em 1875, ainda em construção, o bispo colocou em funcionamento o seminário, utilizando naquela época, barracões de palha, enquanto se concluía a edificação do imponente edifício.

A instalação do seminário se deu bem antes da criação da diocese do Crato, que só veio ocorrer 39 anos depois, em 20 de outubro de 1914. Ao longo de sua existência o Seminário São José foi fechado e reaberto várias vezes, devido ao fenômeno das secas e crises climáticas que assolaram o sertão nordestino.

Foto de: Diocese de Crato. 

logo seminário

Logo criada para a celebração de 2015. 

O Seminário Episcopal do Crato, foi fundado pelo primeiro bispo de Crato, Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, em 1922. Anteriormente, o seminário funcionou como um anexo do de Fortaleza. Criando o Seminário de Crato, Dom Quintino tornou-se o pioneiro do ensino superior, no interior do Ceará, recebendo jovens para o Seminário Menor e o Seminário Maior, ou seja, para o curso preparatório e o curso teológico.

Atualidade 

Hoje, o Seminário São José funciona como um centro regional de formação dos futuros padres. Nele são atendidos os vocacionados do Ciclo Filosófico, feito em três anos, e o Ciclo Teológico, feito em quatro anos. Em 2014, o instituto acolheu 64 seminaristas e desses, alguns vindos das Dioceses de Petrolina e Salgueiro, em Pernambuco, Diocese de Cajazeiras (PB) e Diocese de Iguatu (CE). 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.