Por Ir. João Antônio Johas Leão Em Liturgia

Natividade de Nossa Senhora: O que podemos presentear à Nossa Senhora?

“Vosso natal, ó Mãe de Deus, alegrou o
Mundo inteiro: de vós nasceu o Sol da justiça,
Jesus Cristo, o nosso Deus, que nos trouxe
a grande bênção; dissolvendo a maldição
e humilhando a própria morte,
deu-nos 
Vida sempiterna”. 

No dia 8 de setembro a Igreja recorda o nascimento da Virgem Maria. Essa festa acontece exatamente 9 meses depois de celebrarmos a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, no dia 8 de dezembro. Durante todo esse tempo Maria estava “sendo gestada” no seio de Santa Ana e agora que nasce, faltam palavras para expressar a grandeza desse acontecimento. Como poderemos celebrar bem esse dia? O que podemos presentear à Nossa Senhora?

 

"Como poderemos celebrar bem esse dia? O que podemos presentear à Nossa Senhora?"

Quando uma criança nasce, existe um ar de misteriosa alegria ao redor dela. É toda uma vida que a espera! O que será dessa criança? Quais serão os planos que Deus tem para ela? Como cuidar para que ela seja sempre feliz? Como preservá-la do mal que está por todo lado? Os pais não possuem todas as respostas, mas não lhes falta o amor incondicional e a disposição para fazer tudo o que for necessário para que seu filho seja feliz.

E como foi o nascimento de Maria? Naquele momento estava nascendo aquela que iria trazer ao mundo o Salvador. É uma criança, em um sentido, como todas as outras, mas com uma missão realmente singular. Preparada para essa missão desde o dia em que foi concebida sem a mácula do pecado original, guardaria essa pureza por toda a sua vida e, atenta a voz de Deus, pôde responder seu 'Sim' para o anjo que anunciava sua missão. Que alegria não houve na casa de Santa Ana e São Joaquim. Mas que alegria maior não aconteceu no céu, quando o Filho de Deus via nascer sua própria mãe, a criatura mais perfeita, mais santa e mais bela. Como nos diz o hino das laudes de hoje: “Tua Beleza fulgura, / cingida embora de céus, / pois nos trouxeste, tão pura, / o próprio Filho de Deus”.

Foto de: reprodução. 

Nascimento-de-Nossa-Senhora

“Tua Beleza fulgura, / cingida embora de céus, /
pois nos trouxeste, tão pura, /
o próprio Filho de Deus”.

Se eu pudesse resumir todos os desejos de Maria em apenas um, escolheria o desejo de dar glória a Deus com a própria vida. As poucas palavras que a escutamos dizendo nos Evangelhos nos mostram isso: “Faça-se em mim segundo a vossa palavra; fazei tudo o que Ele vos disser; A minha alma engrandece o Senhor...”. E imagino que o melhor presente que possamos oferecer para ela no dia de hoje é, na verdade, fazer o mesmo que ela fez em toda sua vida: fazer das nossas vidas uma vida agradável a Deus.

É com esse desejo que ela continua, como mãe nossa que é, intercedendo por cada um de nós, ajudando-nos a caminhar cada dia melhor pelo caminho de Deus. Tudo o que ela faz é em vistas de reunir os seus filhos e apresentá-los ao seu Primogênito. Quanto mais nos deixemos educar por Maria nesse caminho, mais contente ela estará e mais feliz nós seremos. Não tenhamos medo de ir até ela, porque tudo nela aponta para Jesus.

Que nesse dia possamos olhar para a menina Maria, que nasce para essa missão tão especial de ser Mãe de Deus e nossa mãe, e agradecer a Deus por tão imenso dom. Que nos aproximemos dela com confiança de que por ela chegaremos certamente a nossa meta, o Senhor Jesus.

João colunista assinatura

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ir. João Antônio Johas Leão, em Liturgia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.