Por Redação A12 Em Mundo

Arquidiocese de Milão busca 3 mil voluntários para a visita do Papa em março

A Arquidiocese de Milão lançou recentemente uma campanha para convocar 3 mil voluntários para atuar na visita do Papa Francisco à cidade Italiana no dia 25 de março. ‘A acolhida em tuas mãos’ é o lema da iniciativa.

Os voluntários serão responsáveis por receber as pessoas, animá-las ao longo da rota que realizará o Pontífice, e de promover o acesso aos lugares onde se desenvolverá a visita.

papa francisco

São vários os requisitos para ser um voluntário: estar no grupo de idade entre os 18 e os 70 anos, estar disponível para a jornada de 25 de março; colocar-se em contato com a paróquia ou responsável dos voluntários que avaliará se ingressará ao grupo de voluntários do decanato, ou a outro presente em uma paróquia vizinha.

Os pedidos para ser voluntário serão recebidos até o dia 31 de janeiro. A partir da data, os grupos que colaborarão com a visita do Pontífice receberão formação que será feita on-line a partir do site que a Arquidiocese de Milão dispôs para a visita papal. Igualmente, se organizou alguns encontros formativos nas paróquias.

A visita do Santo Padre a Milão havia sido anunciada para maio de 2016, mas devido a compromissos de Francisco por ocasião do Ano Santo da Misericórdia, encerrado no dia 20 de novembro, foi proposta como nova data o dia 25 de março de 2017.

O anúncio da visita foi recebido com alegria, especialmente pelo Arcebispo de Milão, Cardeal Angelo Scola, que sabendo a nova data da viagem expressou que este é "um sinal de afeto e de apreço pela igreja ambrosiaca, pela metrópole milanesa e por toda a Lombardia".

"Queremos fazer chegar ao Papa nossa gratidão porque virá a confirmar-nos na Fé. Vivemos desde já à espera do Pontífice na oração, em preparação para este grande dom", acrescentou o purpurado.

Outra cidade italiana também terá a alegria de receber ao Papa durante o primeiro semestre de 2017 será Gênova, que será visitada pelo Pontífice em 27 de maio.

"É um grande presente, um grande dom que ele nos faz, e nós nos preparamos para acolhê-lo com a vida em nossas comunidades", assinalou o Arcebispo de Gênova, Cardeal Angelo Bagnasco.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.