Por Júnior Campos Em Música

Regência

Coral na comunidade - 640.jpg
Regente é aquele que rege, conduz, direciona, orienta para o bom desenvolvimento musical do coro... O(a) regente deve representar e promover a unidade da expressão artístico-musical de um grupo. Mesmo que OS INTEGRANTES tenham habilidades artísticas independentes, ele precisa conduzir e harmonizar os sons.

A Regência coral (em latim: ars choralis) é a arte ou técnica de condução e controle de coros. Regente é aquele que direciona o seu coro para executar uma obra. Para realizarmos plenamente a música precisamos tomar cuidado e levar em conta:

O AUTOR:
Respeitar a criação do autor e a sua mensagem - Não podemos mudar a melodia, a letra ou o ritmo para o que achamos melhor, é preciso tomar cuidado para com a originalidade da música. Todo regente deve ter conhecimento do seu estilo, da sua personalidade artística e da sua obra.

O EXECUTANTE:
Fazer do executante um instrumento vivo, e EXPRESSAR a mensagem do autor, sem perda da sua identidade própria. Podemos sim interpretar de modo diferente, de acordo com que o regente achar melhor, porem tomando o cuidado com a originalidade da obra.

Para se tornar regente é necessário ser muito mais que um bom músico. A regência é o ato de transmitir a um conjunto instrumental ou vocal por meio de gestos, visando o ritmo e a expressão de uma obra musical. É preciso pois, manter em uniformidade rítmica e expressiva. O regente tem um importante papel que é educar os cantores do grupo coral. Isso vai muito além dos gestos de regência que é conduzi-los extraindo um bom resultado vocal de cada cantor; ensinando corretamente sem danificar a saúde vocal dos cantores; Trazendo com entendimento e entusiasmo entre o grupo harmonia e prazer em cantar. O regente de um coral deve atuar com a perspectiva de realizar um trabalho de educação musical dos integrantes de seu grupo.

Algumas responsabilidades do regente:coral na comunidade parte 2.png
imagens: corbisimages
 

Que possamos CONTINUAMENTE BUSCAR O APERFEIÇOAMENTO E SERMOS perseverantes no nosso ministério em nossas comunidades. Busquemos sempre mais o conhecimento para melhor celebrar. Deixemos que o grande Regente do universo, o nosso Sol Maior reja e ilumine a nossa caminhada musical. Até a próxima semana onde falaremos sobre a regência com o alhar e com os gestos.

Saiba mais: Como formar e organizar um coral na sua comunidade


junior_camposMilton Campos Junior (Junior Campos) nasceu em Aparecida (SP) no ano de 1990. Músico por vocação. Desde 2008 é organista e cantor no Santuário Nacional. Dedica-se a música litúrgica e ao canto coral. Adquiriu conhecimentos sobre o canto coral e regência no FUNARTE (Fundação Nacional de Artes) e em cursos de especialização. É Regente do coral Nossa Senhora Aparecida da Paróquia de Aparecida (SP) desde 2010. Atua em casamentos, assessora encontros e assembleias de música litúrgica e canto pastoral nas comunidades, paróquias e dioceses. Intérprete de diversas canções e produtor de vários trabalhos fonográficos

 

 

Saiba mais:
Como formar e organizar um coral na sua comunidade
Regência com o olhar e gestual
A Visibilidade e cuidado com o nosso vestuário
A importância do dirigente do canto
O melhor de nós e o estrelismo...
Preparando o ensaio...

 

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Júnior Campos, em Música

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.