Notícias

Cardeal Parolin alerta a sociedade para o cuidado com a Casa Comum

Escrito por Lais Silva

28 NOV 2022 - 15H35 (Atualizada em 29 NOV 2022 - 07H39)

Djgis / Reprodução

Há anos a sociedade é alertada para cuidar do meio ambiente e incentivada a trabalhar em ações que podem amenizar os problemas climáticos no futuro. Essa é uma questão que mobiliza empresas e instituições de diversos setores, incluindo a Igreja. Leia MaisSemana Laudato si' traz reflexões sobre o cuidado urgente com a Casa ComumPara entender o Sínodo da Amazônia é preciso ler a ‘Laudato sì’

O Papa Francisco em sua primeira Carta Encíclica chamada Laudato Si’, pediu aos cristãos que cuidem do local onde vivemos, a nossa Casa Comum. E alertou que sem ela nós não sobrevivemos.

“Esquecemo-nos de que nós mesmos somos terra (cf. Gn 2, 7). O nosso corpo é constituído pelos elementos do planeta; o seu ar permite-nos respirar, e a sua água vivifica-nos e restaura-nos.”

Nesta semana o secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, falou sobre o assunto para o segundo Encontro Nacional sobre a Beleza da Criação. Em seu vídeo ele enfatizou que é preciso proteger e garantir a fertilidade da Terra para as futuras gerações.

"Tudo o que foi criado deve ser reconhecido, cuidado e protegido, valorizado e cultivado".

O cardeal lembrou que a Santa Sé renova o compromisso de cuidar da Casa Comum por meio de iniciativas em diferentes níveis, “não só de respeito, mas sobretudo de amor para com o Criador”.

O secretário de Estado lembrou que entre as atividades mais recentes do Vaticano, está "a adesão a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática e ao Acordo de Paris".

E destaca que essa atividade "representa um passo significativo para o cuidado da Casa Comum, também em nível multilateral, para compartilhar e fortalecer o compromisso internacional de enfrentar a mudança climática, um grave problema a ser enfrentado agora e no futuro".

Além disso, o cardeal reafirmou que todos "temos a responsabilidade de cuidar e cultivar a nossa Casa comum", pois é nosso "dever protegê-la e assegurar sua fertilidade contínua para as gerações futuras".

“A beleza que temos ao nosso redor desaparecerá se não cuidarmos dela, privando assim os jovens de hoje e de amanhã, os quais nunca poderiam vê-la”

Fonte: Vatican News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lais Silva, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.