Notícias

Bispo de Petrópolis prega em defesa dos católicos perseguidos

"Ideologias loucas matam as pessoas no desejo de apagar o nome de Deus", disse Dom Gregório Paixão em homilia no Santuário Nacional de Aparecida

Escrito por Alberto Andrade

06 AGO 2022 - 10H26 (Atualizada em 17 AGO 2022 - 15H55)

Diocese de Petropolis/PASCOM

Atualmente, vários denominações cristãs estão sofrendo diversas perseguições. A mais recente e terrível acontece na Nicarágua, onde Bispos, Sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos estão sofrendo por parte das autoridades governamentais.

Leia MaisApesar de perseguições e mortes, a fé católica cresce na NigériaPerseguições contra os povos são tema da Semana de Oração pela Unidade Cristã

Dom Rolando José Álvarez Lagos, Bispo da Diocese de Matagalpa, no norte do país, está impedido de sair do Palácio Episcopal, cercado por forças especiais da polícia, por ser um crítico das ações do governo contra a Igreja, que em 2022 prendeu dois padres, fechou oito estações de rádio católicas, removeu três canais católicos da programação de televisão por assinatura, invadiu uma paróquia e expulsou os missionários da ordem Madre Teresa de Calcutá.

Católicos de outras nações também estão no mesmo processo: a Venezuela, que a cada dia agrava sua situação social com a falta de recursos básicos, forçando seus habitantes a irem para outros países e o Chile, que sofre ataques, como incêndios em igrejas e outros abusos.

Em visita recente ao Santuário Nacional de Aparecida (SP), Dom Gregório Paixão, da Ordem de São Bento (OSB) e bispo diocesano de Petrópolis (RJ), enfatizou que é preciso pregar o amor apesar de todas as perseguições que os Cristãos sofrem de diversas maneiras.

“O Papa Francisco pediu para orarmos pela perseguição aqueles que são cristãos! Ao redor do mundo, sacerdotes são mortos, fecham Igrejas por um único desejo: matar Deus no coração da humanidade, matando crianças desde o útero materno, transformando inimigos e irmãos. E Cristo pede, assim como disse a Pedro: ‘ Guarda a tua espada! ’.

Cada vez mais, tentam calar a voz da Igreja, Cristãos são mortos por causa de ideologias que desejam matar Deus, e como não conseguem, matam a pessoa humana! Vejam o que está acontecendo na Nicarágua, padres expulsos das Igrejas, imagens quebradas! E na Venezuela, graças a Deus recebemos esses irmãos perseguidos pela fé aqui no Brasil, e no Chile, por que dizem: ‘Matem Deus e os homens serão mortos’.

A nossa resposta será sempre de amor e de fé, porque sabemos em quem acreditamos, porque a Verdade liberta e Cristo nos libertou!”

Andreza Galvão - A12
Andreza Galvão - A12


Em entrevista ao A12, o Bispo voltou a falar sobre a perseguição aos cristãos a partir de ideais que desejam dizimar Deus da sociedade. 

a12 · Dom Gregorio fala sobre a perseguição dos Cristãos

Dom Gregório,  ao fim de sua homília, ainda pregou que devemos ter coragem de continuar a fazer o bem, sempre a partir do seguimento de Jesus:

“Cristo passou pela desfiguração da Cruz, mas viveu a graça da Transfiguração. Podemos ter problemas na vida, mas lembremos: quando a perseguição vem de frente, Jesus nos coloca atrás Dele. Quando a perseguição vem de todos os lados, Cristo nos coloca nos braços! Porque Ele é verdadeiramente o resultado de todas as profecias! Precisamos ser ouvintes da Sua Palavra e seguidores de Jesus!”, finalizou o bispo.


Romaria de Petrópolis

Na manha do sábado, 6 de agosto, a celebração da Santa Missa  no Altar Central da Basílica de Aparecida foi em ação de graças à Romaria da Diocese de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Após o período de dois anos devido à pandemia, mais de 9 mil devotos fluminenses retornaram a fazer sua caminhada de fé para orar e pedir a intercessão de Nossa Senhora no Santuário.

Também estiveram presentes 80 sacerdotes, além de 80 religiosos da Diocese que compreende seis municípios e dois distritos: Petrópolis, Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto, Areal, Magé, Guapimirim e as paróquias localizadas em Bemposta (Três Rios) e Sebollas (Paraíba do Sul).

:: Mais de 360 milhões de cristãos são perseguidos no mundo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Alberto Andrade, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.