Notícias

Sudário de Turim “desafia a ciência”

A data de sua origem remonta ao tempo da Paixão de Cristo, diz estudo

Escrito por Redação A12

05 AGO 2022 - 16H14 (Atualizada em 09 AGO 2022 - 08H05)

Wikimedia / Domínio Público

Uma pesquisa conduzida pelo cientista italiano Libertato De Caro, membro do Instituto da Cristalografia da Itália, detectou por meio de uma nova técnica de “dispersão de raios-X de grande angular” que o Sudário de Turim está de acordo com a tradição cristã, pois sua datação reporta ao tempo da Paixão de Cristo.

Junto à uma equipe de pesquisadores e com a contribuição do prof. Fanti, da Universidade de Pádua, Liberato De Caro utilizou um método de “dispersão de raios-X de grande angular” para examinar o envelhecimento natural da celulose encontrada em um fragmento do Sudário de Turim. Leia MaisHistória por de trás dos fatos: Santo SudárioAlém da ciência e da fé, arte também explica o Sudário de Turim

O resultado é muito claro: o Sudário é muito mais antigo do que os sete séculos anteriormente atribuídos a ele pelos cientistas que o analisaram por meio do Carbono 14, em 1988. De acordo com o novo estudo, o Sudário teria 2.000 anos.

Em entrevista concedida ao National Catholic Register, Liberato De Caro comentou sobre as etapas de sua pesquisa. Ele contou que se dedica ao esforço de penetrar nos mistérios do Santo Sudário há cerca de 30 anos:

Desenvolvemos um método que permite medir o envelhecimento natural da celulose de linho com a ajuda de raios-X; e, em seguida, converter essa medição no cálculo do tempo decorrido desde a fabricação. Este novo método de datação, baseado em uma técnica chamada Wide Angle X-ray Scattering (WAXS), foi testado pela primeira vez em fragmentos de linho já datados com outras técnicas e com fragmentos totalmente alheios ao Sudário. Depois, a técnica foi aplicada a um fragmento do Sudário de Turim", explicou.

Os resultados da pesquisa foram publicados na revista internacional Heritage e no site Consiglio Nazionale Italiano della Ricerca.

Fonte: Aleteia

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.