Por Redação A12 Em Redação A12 Atualizada em 12 JUL 2019 - 14H59

O que é o pecado da Avareza?

O que é ser avarento(a)? Resumidamente, é ser uma pessoa que vive em função de acumular bens materiais.

A avareza é listada pela Igreja como um dos pecados capitais. Por qual motivo? Como a avareza atrapalha a caminhada de fé de um cristão? Como superá-la?

Padre Camilo Júnior explica seis pontos que podem ajudar a entender mais sobre este pecado capital.

Veja o vídeo abaixo, o leia o texto:

1. É o apego excessivo e exagerado ao dinheiro e aos bens materiais. O avarento prefere os bens materiais ao convívio com Deus. A Avareza faz com que o dinheiro ocupe no coração o lugar que deveria ser somente de Deus.

2. O amor exagerado aos bens materiais pode fechar o coração e as coisas de Deus já não são mais buscadas como prioridade, como vemos no diálogo de Jesus com o jovem rico, quando Ele olha com amor para o jovem e o convida a segui-lo (como vemos em Mateus 19,16-30). O jovem olha para a proposta de Jesus e para os bens que possuía, mas o apego aos bens faz com que ele vire as costas para Jesus e volte para os seus bens materiais, achando que neles está a segurança da vida e a verdadeira felicidade.

Leia MaisO que são os pecados capitais?7 pecados capitais globalizados3. No Evangelho Jesus fala forte ao nosso coração para vencermos a Avareza, quando nos diz: “não ajunteis tesouros aqui na terra, onde a traça corrói e onde os ladrões roubam”. Ajuntai tesouros no céu, pois é no céu que deve estar nosso coração.

4. Jesus, no Sermão da Montanha, alertou os discípulos quanto ao pecado da Avareza. “Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro” (Mt 6,24).

5. A Avareza gera a ganância e o desejo de acúmulo, pois para o avarento nada é mais importante do que seus bens materiais. E no desejo de conquistar cada vez mais bens materiais o avarento se esquece que o valor maior é a vida. Assim a Avareza faz com que se ame mais as coisas do que as pessoas.

6. Por isso, para se vencer o pecado da Avareza, a Igreja nos motiva a viver a generosidade, a gratuidade da partilha do que temos e somos. Assim, entenderemos que os bens devem estar a serviço da vida e não a vida acontecer em função de conquistar bens; a maior conquista deve ser a própria vida.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Redação A12

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.