Por Pe. Inácio Medeiros, CSsR Em Notícias

O conteúdo temático das Santas Missões

Anúncio Missionário_Redentoristas

As Santas Missões são um tempo de anúncio alegre da “Copiosa Redenção” realizada por Deus, em Cristo, que a deu à sua Igreja. Este anúncio parte sempre do conteúdo bíblico sintetizado pelo evangelista São João: “Deus nos amou e nos entregou seu Filho, como vítima de expiação de nossos pecados” (1 Jo 4,10). O amor de Cristo é vivificado pelo Espírito Santo em todos os que Nele creem

A redenção abundante que nos foi merecida por Cristo, com seu sacrífico na cruz, abarca o homem todo e todo homem, assumindo, purificando e elevando todos os valores autenticamente humanos.

 

Cada equipe ou cada congregação missionária tem um ponto de partida, mas partem de uma mesma realidade: as dores, alegrias e esperanças concretas dos destinatários da missão.

A mensagem de redenção é transmitida de muitas formas durante as Santas Missões, através do testemunho da comunidade em missão, como também através de símbolos, atitudes, gestos litúrgicos e opções. Porém, no desenvolvimento do Temário Missionário está o lugar onde a mensagem alcança o seu maior grau de articulação conceitual. A apresentação dos Temas Missionários é completada pelas celebrações propostas no programa da missão. Este temário percorre todas as fases da missão.

Não existe um temário único para as missões; cada equipe ou cada congregação missionária tem um ponto de partida, mas partem de uma mesma realidade: as dores, alegrias e esperanças concretas dos destinatários da missão.

Dependendo da realidade muda também o enfoque do Temário Missionário. Ainda que vivamos num mundo cada vez mais globalizado, a realidade de uma comunidade rural é distinta de uma comunidade da periferia de uma grande cidade ou de uma comunidade urbana mais central. A mensagem missionária é sempre a mesma, mas muda a maneira de enfoca-la. Com isso, os objetivos específicos de cada missão são também determinantes no momento de escolher o Temário Missionário.

Kerigma é o anúncio, a proclamação da Boa-Nova de Jesus, como proposta de vida para os homens.

Anúncio e testemunho_redentoristas

O temário tem sempre um caráter kerigmático, partindo de Jesus Cristo para se buscar a conversão pessoal e comunitária. Alguns temas se repetem, independente da realidade onde as Santas Missões aconteçam, existindo um fio condutor e um lema que sintetiza a mensagem central que a missão deseja transmitir. Para os redentoristas, o lema das missões não apenas expressa o seu conteúdo, mas cria a motivação das atividades e iniciativas realizadas em cada fase da missão.

A maioria dos temários missionários segue, de algum modo, o esquema da História da Salvação, com as grandes verdades de fé que apresentadas pela Igreja: Criação, ruptura provocada pelo pecado, redenção, vida nova no Espírito, parusia. Além disso, devido aos complexos desafios enfrentados pelos cristãos na realidade de mundo e de sociedade, não se pode deixar de falar de temas complementares como a realidade familiar, as consequências sociais do pecado, a reconciliação, a oração, a verdadeira devoção a Nossa Senhora e a vida de Igreja, centrada na vida de comunidade.

A pregação missionária reevangeliza as pessoas e traz de volta a muitos que haviam se afastado da vida sacramental e da comunidade. Trabalha na renovação dos costumes e ajuda a implantar ou divulgar certas formas de piedade.

Quando os Missionários Redentoristas organizaram o Temário das Santas Missões, depois de muito estudo e avaliação, o que eles buscavam era a possibilidade de levar as pessoas a um processo de aprofundamento da fé depois do primeiro anúncio, de tal modo que o encontro com o Senhor vivo e ressuscitado se realizasse de modo apropriado na vida e na história de cada pessoa. Depois de uma missão pregada é extremamente gratificante perceber que as pessoas entenderam que a História da Salvação do Povo de Deus do Antigo Testamento é expressão de sua história pessoal e comunitária da salvação. A salvação de ontem acontece no hoje da pessoa e da comunidade.

Faça uma pedido de Missão em sua comunidade.

O estilo de vida da sociedade Pós-Moderna, impede a maioria das pessoas de acompanhar as atividades das Santas Missões todos os dias, participando mais intensamente nos finais de semana. Claro que isso também varia de acordo com as diversas realidades missionadas.

Outro desafio encontra-se nos muitos cenários de Igreja que se vive hoje em dia. Alguns deles não privilegiam a participação no global da vida da comunidade, favorecendo a existência de muitos grupos distintos dentro de uma mesma paróquia, cada um com a sua vida própria. E a vida do grupo acaba levando as pessoas a se afastar da comunidade. Por isso mesmo, nos dias de maior participação se privilegia os temas mais importantes ou então se faz uma grande síntese dos temas discorridos para que ninguém fique sem receber o anúncio do kérigma central da missão.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Inácio Medeiros, CSsR, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.