Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias Atualizada em 21 SET 2020 - 11H57

100 anos em Araraquara: "não temer os caminhos novos da evangelização"

A comunidade redentorista da Igreja Santa Cruz em Araraquara (SP) celebra neste dia 21 de setembro os seus 100 anos. Ela  é a segunda comunidade mais antiga da Província de São Paulo e a primeira constituída no interior de São Paulo. Sua história se confunde com a determinação dos pioneiros alemães e dos primeiros padres e irmãos brasileiros. 

A celebração do centenário na Igreja Santa Cruz ocorreu neste domingo (20), com a presença dos bispos, Dom Paulo Cezar Costa, Bispo Diocesano de São Carlos, que veio acompanhado de Dom Eduardo Malaspina, Bispo Auxiliar, do reitor da Igreja, padre João Batista de Almeida e demais membros da comunidade religiosa, além de fiéis e lideranças. 

Irmão Joelson Rodrigues
Irmão Joelson Rodrigues
Comunidade religiosa posa ao final da celebração. Na foto, Dom Paulo e Dom Eduardo, da Diocese de São Carlos


No início da celebração o animador, padre Ivair Luiz fez uma memória histórica da fundação da comunidade com a presença de alguns missionários recordando os padres e irmãos pioneiros.

Na homilia, o bispo diocesano fez sua reflexão lembrando o compromisso da comunidade na evangelização. "Celebrar 100 anos é sempre uma ação de graças por tudo aquilo que Deus fez e faz e por tudo aquilo que Deus fez através de tantos missionários que aqui gratuitamente desgastaram a sua vida e fizeram do anúncio do Evangelho a sua prioridade!", frisou Dom Paulo Cezar. 

O  bispo enfatizou ainda que o missionário é aquele que vive à altura de Cristo e quer também por amor que todos vivam à altura do Evangelho de Cristo. Nesse compromisso o bispo indicou que "esse olhar para frente implica perceber onde é que se encontra o ser humano hoje". 

"Celebrar 100 anos é dar graças a Deus por tanto bem que aqui foi feito, por tanta missão que daqui irradiou-se. Mas é momento também de pedir a Deus que a graça Dele continue abundante, de forma que nestes tempos novos e de pós-modernidade, através de vocês missionários e dessa comunidade, que o Evangelho possa continuar a chegar a tantas pessoas. Não tenham medo do novo, dos caminhos novos da evangelização; o primado do Evangelho de Cristo que Paulo colocou em sua vida implica sempre assumir os caminhos novos, assumir as dinâmicas novas, de modo que o primado de Cristo possa ser reafirmado na vida de tantas pessoas", disse Dom Paulo Cezar. 

O reitor padre João Batista também tomou sua palavra durante a celebração para manifestar o seu agradecimento. Ele lembrou que a Diocese de São Carlos integra esta história quando desde o início e ao longo de tantos anos confiou a Igreja Santa Cruz aos cuidados dos Redentoristas. 

"A missão redentorista é um auxílio para a evangelização da Igreja particular. Somos uma comunidade missionária que trabalha em comunhão com a Igreja particular, aqui no nosso caso, a Diocese de São Carlos. Queremos na pessoa dos nossos bispos, Dom Paulo e Dom Eduardo, agradecer a todos os bispos que ao longo dos 100 anos confiaram nos Missionários Redentoristas", assinalou o reitor. 

O reitor lembrou também o povo da cidade de Araraquara, os leigos e colaboradores que contribuem com essa missão. "Esses 100 anos só aconteceram porque o povo araraquarense acolheu essa missão".

:: Confira aqui a celebração na íntegra


1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.