Notícias

Capítulo Geral: Retiro traz reflexões sobre o Evangelho e a Igreja

Capitulares participaram de palestras com um padre jesuíta em Roma

Escrito por Mário Pereira

15 SET 2022 - 15H42 (Atualizada em 16 SET 2022 - 09H29)

Scala News

A fase canônica do 26º Capítulo Geral contou com dois dias de reflexão, nos dias 13 e 14 de setembro, em Roma.

Na terça-feira (13/09), os capitulares participaram de duas palestras do padre Daniel Huan, SJ, professor da Universidade Gregoriana, de Roma.

A primeira palestra abordou o tema com o título: Missionários da esperança. Uma rápida análise foi feita sobre o contexto atual de crises, guerras, pandemia, polarização e desinformação, que geraram consequências como insegurança, medo, resistências, irracionalidade, desistência e outras.

O padre Daniel Huan ressaltou que vivemos em um tempo liminal, que se coloca entre duas épocas: a que passou e não conta mais e a que vai surgir, mas ainda não está afirmada. A sugestão para enfrentar este tempo é ver que ele oferece muitas possibilidades, com criatividade e ousadia.

É tempo de dar testemunho da esperança. Não da esperança mágica e apenas otimista, mas da esperança valente, corajosa, que enfrenta a realidade, mesmo difícil, que acredita e confia no Deus sempre presente e que manifesta a ousadia de amar sem distinções”, afirmou o padre jesuíta.

O segundo tema abordado na terça-feira foi voltado mais para a situação da crise religiosa, abordado em três dimensões: o fim da cristandade, a era secular e o nascimento de uma identidade assertiva de grupos religiosos.

Scala News
Scala News
Padre Daniel Huan, SJ, deu duas palestras no retiro do Capítulo Geral, em Roma


A serviço da alegria do Evangelho

Na quarta-feira (14/09), o retiro trouxe como tema “A serviço da alegria do Evangelho”, que coloca em sintonia o Evangelho, a Igreja, o Papa Francisco e Santo Afonso.

A missão da Igreja em saída, na proposta do Papa Francisco, busca ultrapassar os limites da segurança, do conforto e do controle, e desafia o missionário a ser criativo, pensar o diferente e em como ir adiante.

“Nós não vamos protagonizar a mudança completa, mas temos a responsabilidade de dar os primeiros passos do processo. A Igreja em saída é a Igreja que quer estar próxima das pessoas, acompanhar seus sofrimentos, suas lutas pela vida, mas também quer encontrar o Espírito Santo que já está nestas pessoas e as fortalece. Santo Afonso também fez o seu êxodo, a sua saída para encontrar os pobres e estar com eles e proclamar a boa nova do amor de Deus”.

Fonte: Scala News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Mário Pereira, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.