Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias Atualizada em 18 DEZ 2019 - 10H07

Gruta de Santa Luzia é atração em santuário redentorista na Bahia

O Santuário Bom Jesus da Lapa, localizado na cidade de mesmo nome na Bahia, é um dos locais de peregrinação com maior número de visitantes no Brasil. A cada ano, aproximadamente dois milhões de pessoas visitam o lugar. Conhecido pela sua beleza natural, especialmente por suas grutas, o santuário guarda em uma delas a devoção à santa e mártir Luzia, conhecida como a protetora da visão.

Uelder Negrão/Acervo do Santuário
Uelder Negrão/Acervo do Santuário
Imagem da santa levada em procissão pelo Santuário.


A beleza do lugar se deve ao fato de ser margeado pelo
rio São Francisco e estar enraizado em um imponente morro de pedra de calcário, de noventa metros de altura, recortado em galerias e grutas. De cor negra, o penhasco carrega em si a vegetação comum da região castigada pela seca. O morro parece um retalho de montanha calcária, isolado no meio de uma planície, com a base quase dentro da água e a margem coroada de cactos, bromélias de espinhos e minaretes de formas diversas. Nele se encontram várias grutas: a do Bom Jesus com 50 metros de comprimento, 15 de largura e 7 de altura; a da Soledade, maior em extensão e, além disso, para admiração dos romeiros e visitantes, existe a Gruta de Santa Luzia, que possui 64 metros de extensão, além de deslumbrantes estalactites em seu interior.

Leia MaisSanta Luzia, uma luz que reflete a LuzPara chegar até a imagem, é preciso um pouco de esforço para andar dentro da gruta, onde o calor é mais intenso e também se abaixar em algum momento para passar pela estrutura rochosa. Nada que a fé não ajude!  

Caminhar dentro da gruta é como fazer um caminho de fé. O missionário redentorista, padre Rosivaldo Motta, que trabalha no Santuário, conta as variadas manifestações do povo. 

“A gruta é bastante visitada e na cidade existe uma devoção muito forte. Para expressar sua devoção, os romeiros que chegam à gruta passam as mãos sobre o nicho da imagem, sobre as pedras próximas da imagem e passam nos olhos. Essa é uma devoção bastante comum entre o povo simples. A devoção tem sua importância também pela história de martírio que ela sofreu e por morrer virgem. No santuário, percebemos que o seu sacrifício marca muitos devotos que usam a cor vermelha em suas vestimentas para visitar a santa em seu dia de festa”, explica o padre.

:: Conheça mais sobre o santuário com o texto - “A Lapa do Bom Jesus é feita de pedra e luz”

O Santuário é administrado pelos Missionários Redentoristas da Vice-Província da Bahia. Sua história remete às descobertas do artista Francisco Mendonça Mar, que após uma decepção com as autoridades em Salvador, embrenhou-se pelas terras áridas e, às margens do “Velho Chico”, e encontrou a arquitetura das mãos de Deus – as grutas da Lapa. 


Fonte: Com informações site do Santuário.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.