Por Thamara Gomes Em Notícias Atualizada em 06 JUN 2019 - 08H51

A missão do leigo redentorista

“A missão compartilhada com leigos, homens e mulheres, é essencial para a missão e planejamento apostólico da Congregação hoje.”
 (Comunicanda 1, Roma, 2017)

A mensagem é clara: os Redentoristas contam com os leigos e leigas para a missão de anunciar a Palavra de Deus aos mais pobres e abandonados. Homens e mulheres que são sinais proféticos de Jesus Cristo no mundo em que vivem.

Arquivo.
Arquivo.
Junto com a comunidade local, jovens leigos redentoristas durante Ação Jovem Redentorista.

No Capítulo Geral de 1991, a Congregação do Santíssimo Redentor oficialmente reconheceu a importância da colaboração dos leigos na missão. Este capítulo estabeleceu a categoria “Missionário Leigo Redentorista” como um dos modos formais de associação entre a Congregação e os colaboradores leigos.

A nova realidade aponta, portanto, para um novo espírito de solidariedade e corresponsabilidade entre Missionários Redentoristas e os leigos que partilham deste carisma.

Na Província de São Paulo

Três grupos vivenciam a espiritualidade redentorista no laicato: a Juventude Missionária Redentorista (JUMIRE), os Leigos Redentoristas e a União Nacional dos Ex-Seminaristas Redentoristas (UNESER), cada um deles com sua especificidade e forma de atuação. Todo eles procuram levar o Evangelho de Jesus Cristo aos mais abandonados, seja através de ações missionárias, nas comunidades e paróquias ou na sociedade em geral.

Thamara Gomes
Thamara Gomes

Antônio Cláudio Ferreira integra o grupo da UNESER. Para ele, um dos objetivos principais que motivam a continuidade do projeto é manter viva a espiritualidade redentorista em todos aqueles que um dia passaram pelas casas de formação da Congregação. Antônio é também agente vocacional, auxilia a Pastoral Vocacional a propor atividade e projetos com a finalidade de apresentar aos jovens a Vocação Redentorista.

:: Fortes na Fé: Conheça o trabalho dos leigos redentoristas

Os leigos são, portanto, também convocados para viverem sua vocação missionária com alegria, sempre disponíveis e enviados aos mais abandonados, especialmente aos pobres. Mantendo seu estilo de vida, denunciam as estruturas de pecado e colaboram com o anúncio da copiosa redenção em Jesus Cristo, que liberta e dignifica o ser humano.

5 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.