Por Ir. Rozeli de Oliveira, MSCS Em Notícias

Vocação Cristã: Lançai as redes do serviço à comunidade

Vocação Cristã - Duas palavras profundamente conexas com o sentido da vida de toda a pessoa que acredita em Jesus Cristo e comunica sua fé vivida no cotidiano. Confira a reflexão da Ir. Rozeli de Oliveira, MSCS, para a 48ª Semana Vocacional.

:: Vocação cristã: administrar a terra sem perder o céu

Através do Batismo fomos marcamos em nome da Trindade Santa. Em Jesus Cristo, nos tornamos, pela ação do Espírito Santo, filhos de Deus Pai. Esta vocação recebe-se por coparticipação da filiação de Jesus Cristo. Fomos e somos ungidos, Deus derramou em nós os dons do Espírito Santo (Mat. 3,17b; Jo.1, 32-34).

Deus desejou habitar em nós, tornando-nos templo, casa de Deus Trindade. O Batismo nos confere uma Identidade Cristã, não por mérito, mas simplesmente porque Deus nos ama tanto que deseja compartilhar de sua santidade e missão com cada um de nós (Mat. 15, 9; 16a).

48ª Semana Vocacional: Vocação Cristã

Não somos e não estamos sozinhos. Portanto, como cristãos, participamos de uma comunidade (Mat. 15,17), onde fazemos um caminho de crescimento e amadurecimento da fé. O cristão na medida em que amadurece na fé, amadurece também nas boas obras, pois entende que Jesus Cristo se faz presente em cada pessoa, particularmente nos necessitados (Mat. 25,34-40). Ser cristão é ser comprometido com a mesma missão de Jesus, sendo testemunhas e anunciadores do Amor. Pois toda vocação é para a missão, e missão é serviço!

 

Lancemos as redes do serviço na comunidade!

Celebrar os 300 Anos é reforçar nosso amor, gratidão, devoção em Maria mulher, a primeira chamada a viver a vocação cristã. Ela se entregou a Deus e colocou toda a vida a serviço da comunidade maior, a humanidade.

A exemplo desta Mulher nas Bodas de Canaã (Jo 2, 1-5), lancemos as redes do serviço e atenção àqueles que estão ao nosso redor na comunidade. Lancemos as redes do perdão e da fraternidade, para que não falte A Alegria do Amor nas famílias (Amoris Laetitia – cap. VI e VIII, Papa Francisco), lancemos as redes do serviço junto aos jovens e adolescentes concedendo espaços e confiando-lhes responsabilidade na comunidade. Lancemos as redes do serviço na pastoral da visitação com carinho aos doentes e idosos. Lancemos as redes do serviço na catequese e dos diversos serviços da comunidade (Liturgia, administração, festeiros, limpeza/ornamentação, caridade, oração, música e etc.), pastorais que através de ações concretas fazem a comunidade crescer na vivência da fé e na prática do bem.

:: Quais são as maiores alegrias de viver a vocação cristã?

Nossa vocação cristã nos compromete a viver o Evangelho, colocando-nos a serviço da comunidade. E, se frente as dificuldade e desafios, não soubermos como devemos fazer – olhemos para o Mestre do Serviço, Jesus Cristo, e para Maria, a Mãe do Mestre! É o próprio Jesus quem nos diz: “Eu vos dei o exemplo, agora vocês façam o mesmo” (Jo 13, 12-17).

Óh Mãe, Aparecida das Águas, Lançai as redes sobre nós, para que nossa vida seja a serviço de vosso amado Filho, e assim continuemos no mundo a missão que Ele nos confiou.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ir. Rozeli de Oliveira, MSCS, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.