Por Flávia Gabriela Em Releases Atualizada em 18 MAR 2019 - 10H35

Missa no Santuário de Aparecida marca ‘Abril Verde’

Missa no Santuário de Aparecida marca ‘Abril Verde’


Thiago Leon/ Santuário Nacional
Thiago Leon/ Santuário Nacional
Missa no Santuário de Aparecida marca ‘Abril Verde’

A celebração das 18h deste sábado no Santuário Nacional de Aparecida marca uma homenagem especial ao Dia Mundial em Homenagem às Vítimas de Acidentes de Trabalho. Neste dia, o Campanário da Basílica estará iluminado em verde.

A exemplo do Santuário Nacional, outros estados do Brasil também farão suas homenagens. No Rio de Janeiro, por exemplo, o Cristo Redentor estará iluminado com a cor verde.

O Ministério Público do Trabalho, um dos promotores da iniciativa, explica que o movimento popular quer chama atenção da sociedade brasileira para a adoção da cultura permanente de prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. O procurador Ronaldo Lira participará da missa, representando a instituição.

Número que impressionam - Segundo dados extraídos do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, entre os anos 2012 e 2017, a Previdência Social gastou mais de 26 bilhões de reais com benefícios acidentários. Além disso, foram perdidos 305.299.902 dias de trabalho com afastamentos previdenciários. No mesmo período, houve o registro de cerca de quatro milhões de acidentes notificados, dos quais apenas 646 mil envolvem trabalhadores da economia formal. Os prejuízos são ainda maiores devido à expressiva subnotificação.

A maior parte dos acidentes e mortes no trabalho ocorre com homens na faixa etária de 18 a 24 anos e exercem atividades de baixa remuneração. O levantamento também revela que, no decorrer desses últimos cinco anos, o número de acidentes fatais com máquinas e equipamentos (1897) é três vezes maior do que a média das outras causas (677); e as amputações (22899) são 15 vezes mais frequentes do que a média geral (1471).

O coordenador nacional de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (Codemat) e procurador do MPT, Leonardo Osório Mendonça, adverte ser “importante a mudança cultural de empresários, trabalhadores e da população em geral, para que todos percebam os prejuízos causados para a sociedade brasileira, em todos os aspectos, face a quantidade de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais ainda existentes em nosso país. Todos devem perceber que a efetiva prevenção é o único caminho para redução dos números. Espera-se que esta série de vídeos auxilie nesta importante mudança cultural”, acrescenta.

O MPT acredita que o apoio do Santuário Nacional contribuirá para a disseminação da mensagem em prol do trabalho digno e da prevenção, de forma a evitar exponencialmente o número de acidentes e ocorrências no país. 

Fonte: Santuário Nacional

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Flávia Gabriela, em Releases

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.