Releases

Santuário de Aparecida celebra tríduo em louvor a Santo Afonso

Celebrações seguem até segunda-feira, recordando vida e legado do santo, fundador dos Missionários Redentoristas

Escrito por Carla Zanon

29 JUL 2022 - 10H35

Gustavo Cabral

Tem início nesta sexta-feira (29), o Tríduo preparatório para a festa litúrgica de Santo Afonso Maria de Ligório, fundador da Congregação do Santíssimo Redentor. As celebrações acontecem no Santuário Nacional de Aparecida, cuidado pela família religiosa. O momento vai recordar 235 anos de morte do Santo, considerado Doutor da Igreja.

Na Basílica as celebrações vão acontecer nos dias 29 e 30, às 9h, no Altar Central. No dia 31, a missa com o tríduo acontece às 18h. Na ocasião, será celebrada a missa dos jubilares redentoristas. A cerimônia será presidida pelo Provincial da Província Redentorista de São Paulo, Padre Marlos Aurélio. Na segunda-feira (01), a missa solene em honra a Santo Afonso, acontece às 9h, na Basílica de Aparecida.

“Celebrar a festa de Santo Afonso é renovar o nosso carisma. Qual o nosso carisma? É o anúncio do evangelho, de modo especial, aos mais pobres e abandonados. Então para nós é uma maneira de reavaliar como é que estamos seguindo o carisma afonsiano e cumprindo com ele a nossa missão de redentorista”, afirma o Missionário Redentorista, Padre Antônio Clayton Sant’Ana.

Santo Afonso de Ligório - Afonso Maria de Ligório nasceu em Marianella, cidade próxima a Nápoles, na Itália. Desde muito novo seus pais o incentivaram a estudar. Com 12 anos entrou para a faculdade de Direito, formando-se aos 16 anos. Em 1723, decidiu que iria ser sacerdote, abandonando a carreira de advogado e ingressando nos estudos teológicos. Sua ordenação sacerdotal ocorreu em 21 de dezembro 1726, aos 30 anos.

Em 9 de novembro 1732, fundou a Congregação do Santíssimo Redentor, mais conhecida como os Redentoristas. Escreveu 123 publicações sobre Teologia e Espiritualidade, das quais 21.500 impressões foram traduzidas para 72 países.

Afonso foi ordenado bispo de Santa Ágata dos Gôdos aos 66 anos. Anos mais tarde, faleceu em 1º de agosto de 1787, na cidade de Pagani, na Itália. O fundador da Congregação Redentorista foi canonizado pela Igreja em 26 de maio de 1839, proclamado Doutor da Igreja em 1871 e Patrono dos Confessores e Moralistas em 1950.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Carla Zanon, em Releases

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.