Por Marília Ribeiro Em Notícias Atualizada em 29 MAR 2018 - 14H06

Santuário celebra a renovação do compromisso sacerdotal na santa Missa do Crisma

Nesta Quinta-feira Santa (29) o Santuário de Aparecida celebrou às 9h no Altar Central, a unidade da Igreja na Missa do Crisma, também conhecida como Missa dos Santos Óleos, presidida pelo arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes.


Leia MaisVocê sabe o que é a Missa dos Santos Óleos?Nesta celebração os padres renovaram as promessas sacerdotais pronunciadas no dia da ordenação e os óleos dos Catecúmenos (usados nos batizados) e dos Enfermos (para a Unção dos doentes) foram abençoados e o óleo do Crisma (usado no sacramento do Crisma) consagrado.

Dom Orlando em sua homilia destacou o nascimento do sacerdócio ministerial, afirmando que o povo e o padre vivem um casamento indissolúvel. “Neste ano do laicato queridos padres, gostaria de meditar com vocês e os leigos e leigas sobre o padre e o povo, sem povo para que padre e sem padre o povo está perdido, então há um casamento indissolúvel entre o povo e o padre e o padre e o povo”.

O arcebispo também recordou uma citação do papa Francisco que descreve a importância do sacramento da ordem na vida de fé. ‘O papa Francisco diz assim: o padre é uma carícia de Deus para o povo, é um amor cheio de delicadeza e cuidado para com o seu povo, é Deus mesmo amando o povo através dos sacerdotes”.

“E como diz as leituras de hoje, não fomos ungidos para nós mesmos, fomos ungidos para curar as feridas do povo, fomos ungidos para o lava pés, fomos ungidos para termos pés missionários.” Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida

Algumas virtudes necessárias aos padres, também foram enfatizadas durante a homilia de Dom Orlando como a virtude da bondade, da sinceridade, da coragem, da constância e da justiça. “Eu pediria hoje que nós ungidos pela unção do Espírito, possamos ungir as cinco chagas do povo brasileiro, a chaga da violência, da droga, da corrupção, do desemprego e a chaga da destruição da natureza, para que elas sejam superadas e transformadas em Jesus ressuscitado para um Brasil ético, para um Brasil diferente e que a Padroeira da nossa pátria sempre interceda por nós”.

Entre os muitos seminaristas, religiosos, religiosas e padres presentes na celebração, estava Frei Hans, fundador da Fazenda Esperança que de maneira especial veio agradecer as orações de povo em razão da recuperação da sua saúde. “De todo o coração quero agradecer por tantas orações, por tantos sinais de carinho que vocês me deram, fiquei muito grato, foram meses de isolamento e solidão, foi um tempo de muitas graças da presença de Deus e Nossa Senhora. Estou na fase final do meu tratamento, mas quis estar aqui com vocês para renovar os votos do sacerdócio e renovar esse compromisso de ser fiel no amor e abraçar todas as coisas quando Deus apresentar.”

Victor Hugo Barros
Victor Hugo Barros
Frei Hans agradece as orações recebidas em razão da recuperação da sua saúde.

Ao fim da celebração os óleos abençoados e consagrados foram entregues aos padres, para que sejam levados às Paróquias, a fim de utilizá-los nos sacramentos durante todo o ano.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.