Por Redação A12 Em Santo Padre Atualizada em 10 ABR 2018 - 14H39

Papa Francisco apresenta Exortação Apostólica 'Gaudete et Exsultate'

Os desafios de ser santos no mundo atual. Este é o direcionamento do Papa Francisco em sua nova Exortação Apostólica 'Gaudete et Exsultate', apresentada nesta segunda-feira (09), em que ele dá indicações sobre como viver a santidade - um chamado que é para todos - em um mundo que apresenta tantos desafios à fé.

:: Saiba mais sobre a Exortação Apostólica do Papa Francisco


O título 'Gaudete et Exsultate' (Alegrai-vos e exultai) repete as palavras que Jesus dirige "aos que são perseguidos ou humilhados por causa dele”.O Santo Padre destaca que nós nos tornamos santos vivendo as bem-aventuranças, o caminho principal porque "contra a corrente" em relação à direção do mundo. O chamado à santidade é para todos, porque a Igreja sempre ensinou que é um chamado universal e possível a qualquer um, como demonstrado pelos muitos santos "da porta ao lado".

A vida de santidade está assim intimamente ligada à vida de misericórdia, "a chave para o céu" como pontua o Pontífice. Portanto, santo é aquele que sabe comover-se e mover-se para ajudar os miseráveis e curar as misérias. Quem esquiva-se das "elucubrações" de velhas heresias sempre atuais e quem, entre outras coisas, em um mundo "acelerado" e agressivo "é capaz de viver com alegria e senso de humor."

A classe média da santidade

Antes de mostrar o que fazer para se tornar santos, o Papa Francisco se detém no primeiro capítulo sobre o "chamado à santidade" e reafirma: há um caminho de perfeição para cada um e não faz sentido desencorajar-se contemplando "modelos de santidade que lhe parecem inatingíveis" ou procurando “imitar algo que não foi pensado para ele”. (n. 11).

"Os santos, que já chegaram à presença de Deus" nos “protegem, amparam e acompanham" (n. 4), afirma o Papa. Mas, acrescenta, a santidade a que Deus nos chama, irá crescendo com "pequenos gestos" (n. 16 ) cotidianos, tantas vezes testemunhados por “aqueles que vivem próximos de nós", a "classe média de santidade" (n. 7).

Oito caminhos de santidade

Além de todas as "teorias sobre o que é santidade", existem as Bem-aventuranças. Francisco coloca-as no centro do terceiro capítulo, afirmando que com este discurso Jesus "explicou, com toda a simplicidade, o que é ser santo" (n. 63).

O Papa as repassa uma a uma. Da pobreza de coração - que também significa austeridade da vida (n. 70) - ao reagir “com humilde mansidão” em um mundo onde se combate em todos os lugares. (n. 74).

Da "coragem" de deixar-se "traspassar" pela dor dos outros e ter "compaixão" por eles - enquanto " o mundano ignora, olha para o lado" (nn 75-76.) - à sede de justiça.

“A realidade mostra-nos como é fácil entrar nas súcias da corrupção, fazer parte desta política diária do “dou para que me deem”, onde tudo é negócio. E quantos sofrem por causa das injustiças, quantos ficam assistindo, impotentes, como outros se revezam para repartir o bolo da vida”. (nn. 78-79).

Do "olhar e agir com misericórdia", o que significa ajudar os outros "e até mesmo perdoar" (nn. 81-82), "manter o coração limpo de tudo o que mancha o amor” por Deus e o próximo, isto é santidade. (n.86).

E finalmente, do "semear a paz" e "amizade social" com "serenidade, criatividade, sensibilidade e destreza" - conscientes da dificuldade de lançar pontes entre pessoas diferentes (nn. 88-89) – ao aceitar também as perseguições, porque hoje a coerência às Bem-aventuranças "pode ser mal vista, suspeita, ridicularizada" e, no entanto, não se pode esperar, para viver o Evangelho, que tudo à nossa volta seja favorável" (n. 91).

Fonte: Vatican News

13 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Maria Lucia Moreia comentou:

Boa sintese e ressonancia do documento. Ob

Rosa comentou:

Agradeço a Deus, por ele estar me guiando, me ensinando a evangelizar.
Eu pensava que fôsse fácil, mas não é assim tão fácil.
Obrigada pela vida do Papa Francisco, por todos os padres, os missionários e todo o povo de Deus que me rodeia.
Obrigado Deus, por tudo que o senhor me deu e têm me dado.
Rosangela.

Maria de Lourdes savio comentou:

Acolho o que nos convida o nosso papa Francisco! Desde há anos descobri esse caminho das bem-aventuranças...muitas vezes falei sobre elas...Nosso mundo precisa e muito desta vivência!amem.

Ana Maria de A. Urioste comentou:

Maravilhoso!São Paulo II disse que o Brasil precisa de santos! Vamos ser a parceria do Espírito Santo e de Maria!

Ir. Maria Angelina Deretti comentou:

Parabenizo o Santo Padre o Papa Francisco e agradeço o Dom que Ele é para a Igreja e para os tempo atuais. Sua Exortação Apostólica é bem vinda. Deus o abrançoe e guie.

Ivan Câmara comentou:

Muito bom, geralmente o evangelho é mostrado como base contra os pecadores. A alegria de servir faz brotar um sentimento de liberdade, o sair do silencio para uma vida participativa faz-nos desejar mais e mais celebrar o amor ensinado por Jesus.

Penha comentou:

Com certeza vou ler. Pois a anterior que fala sobre o Amor pela Família. E linda e me serve como horizonte.

Jucimara Santos comentou:

Ótimo parabéns papa Francisco ... Onde fala da corrupção precisamos cada vez mais um mundo mais com justiça e sempre sempre semear a paz .... Bom dia

Elizabete Ruiz de Melo betr comentou:

A busca da santidade baseia-no amor a Deus e ao próximo.

Sonia comentou:

Tem 3 anos que busco me santidade e minha intimidade com Jesus e desde então as dificuldades são muitas...
Estou perseverante ....
Mas não é fácil

Vilma G S Castro comentou:

Amei. A mais breve reflexão sobre as bem-aventuranças.

IR. ANTENESCA MICHELIN comentou:

Agradeço o anúncio,logo vou adquirir a Exortação. Este Papai Francisco nos quer alegres! Ouvi o comentário na TV Evangelizar. Realmente a santidade é para todos, pois nosso Deus é Santo.

I. Cristina Alves Ribeiro comentou:

Ao ver a apresentação meu coração exultou de alegria. Tive fome e sede de de saborear a exortação

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.