Por Ir. João Antônio Johas Leão Em Artigos

Anunciar com Maria a alegria do Evangelho

Foto de: Thiago Leon

missa_solene_de_entronizacao_da_imagem_de_fatima_em_aparecida_foto_thiago_leon_5_001

 

Deus não está longe de nós. Não! Ele se aproximou do homem fazendo-se criança no ventre da Virgem Maria. Deus não é uma força abstrata que governa indiferentemente o mundo do alto dos céus.

Em Jesus fomos reconciliados com o Pai verdadeiramente, podemos realmente entrar em comunhão com Deus e encontrar a felicidade, o sentido de nossas vidas. Quem se encontrou com essa Verdade não pode ficar indiferente. Os homens de hoje morrem de frio e de solidão porque não encontraram o calor e a companhia que verdadeiramente buscam seus corações.

O calor do amor de Deus e a companhia da verdadeira comunhão com Deus e com os irmãos é o que buscam os corações de todas as pessoas. Como podemos ficar indiferentes quando sabemos o que o coração do homem necessita? Não nos enganemos, não somos melhores que ninguém, talvez nem sejamos as pessoas mais inteligentes do mundo, não se trata disso.

Se trata da verdade de que Deus entrou na nossa vida e nEle encontramos Aquele que sacia os desejos mais profundos do coração.

 

Essa é a alegria que possuímos! E é essa alegria que o mundo precisa. Maria souve como fazer que seu encontro com Deus fosse fecundo de uma maneira exemplar.

E esse encontro, quando realmente é verdadeiro, deixa em nós uma marca muito profunda, decisiva, que nos impulsiona a comunicar a quantos possamos, pela palavra e com uma vida santa, essa notícia tão maravilhosa. Essa é a alegria que possuímos! E é essa alegria que o mundo precisa. Maria soube como fazer que o seu encontro com Deus fosse fecundo de uma maneira exemplar.

Ela nos ensina, com sua vida, como evangelizar. Depois de conceber a Jesus, Luz do mundo, Maria se converte em um precioso candelabro que apresenta essa Luz a todos os homens. Logo após dizer o seu sim ao Anjo Gabriel ela sai ao encontro de sua prima Isabel para anunciar a grande alegria que Deus estava agindo nela. “A minha alma engrandece o Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu salvador”.

Essa oração tão famosa de Maria, o Magnificat, nos mostra como acolher o dom de Deus na nossa vida e como, com humildade, podemos anuncia-lo aos demais. Depois de dar à luz, Maria apresenta o menino Jesus aos pastores e aos reis magos para que deem glória a Deus ao ver Deus feito carne. Sem compreender tudo o que acontecia ao seu redor, ela guardava tudo no coração, porém nada a impedia de apresentar Jesus aos que passavam por ali.

É que já nada pode ser igual para aquele que se encontrou com o mistério divino manifestado em Jesus. A alegria de Maria não podia ser contida. E todos se maravilhavam com isso. E ela não parou por ai. Maria da Apresentação segue atuante, ativa, hoje como sempre, apresentando o Senhor Jesus às pessoas e aos povos.

 

Com Maria temos que anunciar essa alegria de viver com Jesus.

Como não pensar no que acontece todos os dias nos diversos Santuários Marianos espalhados pelo mundo. Nesses lugares sagrados a Virgem continua recebendo seus filhos e apresentando Jesus a cada um deles com um carinho maternal que é realmente impressionante. Ela é a Mãe que porta o Reconciliador; Ela O apresenta a todos os corações que se abrem em reverente acolhida. Com Maria temos que anunciar essa alegria de viver com Jesus.

O nosso apostolado, a nossa missão evangelizadora, é ajudar Maria em sua missão de fazer que Jesus se encarne em cada um dos homens e que todos sejam também reflexo da Luz de Cristo. Isso implica abrir-nos, nós mesmos, a sua ação materna, deixar-nos educar por Ela para que Cristo viva cada vez mais em nós e Ele mesmo chegue a ser a nossa vida, como diz o apóstolo São Paulo.

Ao mesmo tempo implica também emprestar-lhe nossos lábios, nossas mãos, nosso coração, todo o nosso ser, para que possa cumprir com sua função de Mãe na vida de tantos irmãos.

Leia também:

Perseverar com Maria na oração

O papel fundamental de Maria no Plano de Deus

Caminhar em companhia de Maria, nossa mãe

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ir. João Antônio Johas Leão, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.