Por Ana Alice Matiello Em Artigos

O batismo pelo Espírito Santo! A misericórdia de Deus alcança a todos!

batismo_do_senhor_1

Ninguém é cristão simplesmente e exteriormente por tradição familiar ou cultural, o batismo anunciado por João Batista tem um significado diferente do batismo de purificação da tradição judaica. “Eu vos batizo com água; mas está para chegar aquele que tem mais autoridade que eu, e eu não tenho direito de desamarrar-lhe a correia das sandálias. Ele vos batizará com Espírito Santo”. (Lc 3,16)

O Espírito Santo transcende as fronteiras de um povo, de uma tradição e cultura. Diz o Evangelho de João: “O vento sopra onde quer: ouves seu rumor, porém não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito” (Jo 3,8). Ninguém tem o poder de aprisionar o vento e direcioná-lo conforme convém. Exemplo disso encontramos na narrativa de Marcos. João se queixa sobre alguém que estava expulsando demônios em nome de Jesus, mas que não andava com eles. “Jesus respondeu: - Não o impeçais. Alguém que faça um milagre em meu nome não pode em seguida falar mal de mim. Quem não está contra nós, está a nosso favor” (Mc 9,38-40).

Jesus Cristo nos revela que o Espírito Santo envolve todos os homens por misericórdia. Quando somos envolvidos, acolhemos concomitantemente toda a humanidade. Pois reconhecemos quem somos Naquele que todos é, e esse reconhecimento amoroso precede todas as outras relações humanas – é a primazia da criação... Assim Adão reconheceu Eva, assim o indivíduo reconhece o seu próximo, e assim nós reconhecemos o Salvador como: “osso dos meus ossos, carne da minha carne”. (Gn 2,23).

Muitas vezes desejamos direcionar a vida eterna somente àqueles que “estão conosco”, “andam conosco”. Mas o Cristianismo é a misericórdia abundante de Deus, fonte de água viva que não se contém. Compreender esse sentido universal do Cristianismo não é uma questão de dominação filosófica e teológica sobre as outras “moradas de Deus”. Mas sim que qualquer pessoa indiscriminadamente pode aqui reconhecer-se, descobrir-se, expandir-se para além da margem em que está situada, para além da condição social em que está subordinada, para além de suas próprias limitações... se, assim, experimentar o sentido desta salvação!

Maria foi envolvida pela sombra do Espírito Santo, “a sombra” simboliza o quão suave e sereno vem sobre nós o poder de Deus. Sendo então a primeira batizada pelo Espírito, Maria também nos envolve feita a sombra da Glória de Deus, para que não haja medo, escândalo e dúvida no nosso encontro com a Salvação. Apenas... a aceitação que nos liberta de tudo o que é estranho ao amor e à fé.

 

Ana Alice Matiello
Associada à Academia Marial de Aparecida

     

 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ana Alice Matiello, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.