rob zs/ Shutterstock
Brasil

Ataques à democracia

Padre Inácio Medeiros C.Ss.R. (Juan Ribeiro)

Escrito por Pe. Inácio de Medeiros, C.Ss.R

18 JAN 2022 - 13H40 (Atualizada em 18 JAN 2022 - 14H10)

A reconhecida organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch lançou um alerta sobre os ataques à democracia no Brasil e no mundo. Esse alerta foi apresentado em seu último relatório anual, publicado recentemente. Nesse relatório há um capítulo especifico sobre o Brasil, um dos países onde a democracia mais corre perigo, segundo a organização. Isso traz um alto risco de desrespeito aos direitos humanos.

Democracia e direitos humanos têm tudo a ver, porque democracia é uma forma de organização da sociedade em que o controle político é exercido pelo povo. Nessa organização, o sistema de governo resulta da livre escolha dos governantes expressa pela união e pela vontade da maioria dos governados, confirmada por meio de votos diretos.

Num sistema de governo democrático, todos os elementos da organização de um país são contemplados, não se restringindo somente à esfera do político, mesmo em sua forma maiúscula, abrangendo, sim, todas as áreas de interesse da vida humana.

Leia MaisNão olhe para cima: olhe para todos os ladosPapa compara tirania do passado com os dias atuais

Falar de democracia compreende não apenas uma forma específica de Estado ou de Constituição, mas de uma ordem constitucional, eleitoral e administrativa, do equilíbrio dos poderes e órgãos do Estado, da prioridade política do Parlamento ou do Legislativo e do sistema alternativo de grupos governamentais e de oposição.

No sistema democrático prevalece a liberdade do indivíduo diante dos representantes do poder político, especialmente face ao Estado. Prevalece a liberdade de opinião e de expressão, a igualdade dos direitos políticos e de oportunidades favoráveis para que o povo e os partidos se pronunciem sobre todas as decisões de interesse geral.

wk1003mike/ Shutterstock
wk1003mike/ Shutterstock

Contrários à democracia, os regimes autocráticos podem levar a ditaduras, provocando o esvaziamento dos organismos e das instituições representativas da participação popular, dificultando a expressão da opinião individual e cerceando as expressões de opinião. Nessa forma de regime, as decisões e a organização da sociedade passam a depender unicamente de uma pessoa, tratada como se fosse um mito infalível, com um grave atentado às liberdades individuais, promovendo ainda um afrontamento aos direitos sociais.

Um regime democrático não se constrói de um dia para o outro, sendo fruto de um longo processo de envolvimento de todos. Por isso, como o relatório expressa, precisamos nos precaver com as pessoas ou grupos que atentam contra a democracia, pois atentar contra ela é atentar contra a própria vida individual e social, levando ao desprezo dos direitos humanos fundamentais.

Escrito por
Padre Inácio Medeiros C.Ss.R. (Juan Ribeiro)
Pe. Inácio de Medeiros, C.Ss.R

Redentorista da Província de São Paulo, graduado em História da Igreja pela Universidade Gregoriana de Roma, já trabalha nessa área há muitos anos, tendo lecionado em diversos institutos. Atuou na área de comunicação, sendo responsável pela comunicação institucional e missionária da Província de São Paulo, atualmente é diretor da Rádio Aparecida

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.