Por Redação A12 Em Brasil Atualizada em 21 MAR 2018 - 10H18

Mostra que transita entre a arte, a ciência e a fé em torno do Santo Sudário estreia no MAS

Um dos mistérios mais intrigantes da história da humanidade, o Santo Sudário de Turim – relíquia católica que se acredita ser o lençol mortuário que envolveu o corpo de Jesus Cristo após sua crucificação – continua até hoje atraindo a atenção de crentes e não crentes, seja para venerá-lo, seja para questioná-lo.

Objeto que suscitou diversos estudos científicos ao longo dos anos, sem contar com a mística envolvendo a relíquia, já imaginou contemplar o Sudário de Turim adentrando no universo da arte? É justamente esta a proposta da exposição temporária Santo Sudário: Entre a Fé, A Arte e a Ciência, que estreará no Museu de Arte Sacra de São Paulo (MAS), no próximo dia 24 de março, a partir das 11h.

Shutterstock.
Shutterstock.

Sob a curadoria do Prof. Dr. Jack Brandão, a mostra é um convite ao público para uma instigante viagem pela arte, pela ciência e pela fé, tendo como base a provável mortalha de Jesus. A exposição apresenta cerca de 40 obras, entre esculturas, pinturas, objetos arqueológicos e plotagens, além de contemplar os visitantes com uma verdadeira aula de caráter interdisciplinar sobre o tema, trazendo curiosidades a seu respeito numa perspectiva totalmente diferente.

Ao longo de diversas seções, o professor Brandão tece não só considerações artísticas e estéticas a respeito do Sudário, como também levanta diversas considerações de cunho científico a seu respeito, sejam arqueológicas, fisiológicas, teológicas e iconológicas, referentes ao processo da crucificação; suscitadas, de maneira especial, por sua primeira fotografia.

Leia MaisArte presente no Santo Sudário é tema de debate em São PauloO professor também atenta para a distinção entre a padronização seguida pelas obras artísticas ao longo do tempo e sua relação com os traços presentes no Santo Sudário, como uma das justificativas que inviabiliza o fato de a relíquia ter sido uma criação medieval, conforme havia sido insinuado pelo resultado do exame de Carbono 14, em 1988:

“Os artistas do medievo estavam inseridos em uma sociedade subordinada a cânones extremamente rígidos. Quanto à representação imagética, buscavam-se paradigmas em que se espelhar; e, uma vez escolhido o modelo, criava-se, grosso modo, um próprio que serviria de base para outros”.

Após essa viagem cultural, uma grande surpresa foi preparada pelo curador e possibilitada pela tecnologia digital na última sessão: a representação daquela que é a mais significativa passagem do Cristianismo: a Ressurreição.

A mostra, portanto, convida cada um de nós a construir um olhar próprio e diferenciado em direção à relíquia, a fim de que possamos perceber “como a própria mortalha se entrega ao homem da ciência dos séculos XX e XXI, para que, por seu meio, também nós possamos ter um contato com a imagem do ‘Verbo que se fez carne e habitou entre nós’” (Jo 1, 14).

Sobre o curador: Jack Brandão é Doutor pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisador da arte medieval, renascentista e seiscentista, tendo desenvolvido o conceito de iconofotologia, com o qual mantém sua linha de pesquisa. Autor de livros e de artigos referentes a seu objeto de estudo em revistas acadêmicas do Brasil e do exterior, além de poeta e romancista. Docente do programa de Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Santo Amaro (UNISA/SP), é coordenador do Grupo de Pesquisa CONDESIM-FOTÓS e editor da revista acadêmica Lumen et Virtus.

SERVIÇO:

Exposição: Santo Sudário: Entre a Fé, a Arte e a Ciência

Abertura: 24 de março de 2018, sábado, às 11h

Período: 25 de março a 6 de maio de 2018

Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo

Endereço: Avenida Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo (ao lado da estação Tiradentes do Metrô)

Tel.: 11 3326-5393 – agendamento / educativo para visitas monitoradas

Horário: de terça-feira a domingo, das 9h às 17h (bilheteria das 9h às 16h30)

Ingresso: R$ 6,00 (estudantes e idosos pagam meia); grátis aos sábados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.