Por Luciana Gianesini Em Dúvidas Religiosas Atualizada em 24 JUL 2019 - 08H02

Dúvidas religiosas: quem não tem?

Padre Camilo Jr. responde

A Igreja Católica, por ter uma longa história de tradições e costumes, pode levar algumas pessoas a terem muitas dúvidas sobre o que é o certo, seja na Liturgia, na oração ou nos próprios hábitos de cristão. O Redação A12 ao Vivo da semana traz as respostas para algumas das dúvidas mais frequentes em relação à religião e religiosidade do católico.

Elisangela Cavalheiro levantou as principais dúvidas que as pessoas têm em relação à fé católica e às práticas religiosas mais comuns. Quem responde é o missionário redentorista Pe. Camilo Jr., diretor do A12.

Confira como foi.

Renan Ventura
Renan Ventura


A Rita Faria pergunta o que se deve fazer com a parafina e/ou a cera das velas bentas, depois que derreterem.

"A luz da vela nos recorda a Luz de Cristo presente em nossa vida. Ela nos recorda o nosso próprio batismo e, por isso, tem um significado muito bonito. Se a vela foi totalmente consumida, você pode descartar com tranquilidade, no lixo mesmo. A bênção é o sinal sagrado que a vela traz para o seu coração, não o objeto propriamente dito. O momento de oração fica, o sinal vem e vai", esclarece Padre Camilo.

:: Como montar um oratório em casa

O Mário José quer saber se é correto um padre sentar-se junto com assembleia durante as leituras da missa.

"A Liturgia tem espaços próprios para cada momento que é celebrado: a mesa da Palavra, a mesa da Eucaristia, o lugar do padre, o lugar da assembleia. Mas se, em alguma ocasião especial, se há alguma projeção ou apresentação diferenciada, o padre pode, sim, mudar de lugar para assistir. Do contrário, ele tem seu local próprio para presidir a comunidade na ação litúrgica, pois ele é, naquele momento, a imagem de Cristo. Senão, acaba-se por banalizar ou perder a referência dos espaços sagrados", explica o sacerdote.

:: Papa Francisco explica o significado da Apresentação das Ofertas

A próxima pergunta é sobre se é certo pedir troco no ofertório. Em Pernambuco, as pessoas têm esse costume, e é de lá que vem essa pergunta.

"Não é conveniente e não tem o mesmo significado. O interessante é você ofertar aquilo que a generosidade do seu coração te permite. Nisso está envolvida também a sua preparação para a participação na Santa Missa, pois o simbolismo da oferta expressa a entrega total de nossa vida ao Senhor", diz o padre.

A Maria José da Silva diz que já presenciou muitas vezes na Igreja pessoas fazendo o Sinal da Cruz com a mão esquerda e quer saber se isso é pecado.

"Não trate como pecado, mas não é correto. Fomos ensinados a traçar, com a mão direita sobre nosso corpo, as marcas do amor de Cristo, que na Cruz testemunhou a grandeza de entregar sua própria vida pela nossa vida. Se há pessoas que aprenderam desta forma, com a mão esquerda, nos cabe, com caridade, explicar a forma correta", ensina o redentorista.

Shutterstock
Shutterstock


:: Qual a forma correta de fazer o Sinal da Cruz?

A Cláudia Maria tem dúvidas sobre beijar a mão das pessoas, em sinal se respeito. É correto?

"As mãos do sacerdote foram ungidas para abençoar, perdoar, ofertar o pão e o vinho no altar, invocar o Espírito Santo na consagração e entregar Jesus na Eucaristia. Por isso, beijar a mão do sacerdote, é um gesto bonito e deve ser valorizado, assim como pedir a benção de nossos familiares mais velhos, em sinal de respeito e afeto", explica Pe. Camilo.

A Sirley Kneipp tem uma dúvida que é muito comum hoje em dia: Quem não é casado pode comungar?

"Se as pessoas estão morando juntas, mas não há nada que as impeça de receber o Sacramento do Matrimônio (se nenhuma das duas foi casada anteriormente), elas podem, sim, comungar. Mas aqui cabe uma outra reflexão: Se elas querem receber um Sacramento, que é a Eucaristia, por que não receber também o Sacramento do Matrimônio? O que a Igreja recomenda é que, neste caso, conversem com seu pároco. A Eucaristia é dom do Amor, e o Amor é gratuito. Nenhuma lei religiosa é maior que a misericórdia. Desta forma, a orientação é que se regularize essa união perante a Igreja e, então, se aproxime da mesa da Eucaristia para alimentar essa união", diz o padre.

:: Como posso me preparar para uma boa confissão?

Já a Deborah Pereira quer saber se pode colocar água na frente do computador para ser abençoada. E a Maria Aparecida Rodrigues gostaria de saber se quando coloca a água benta pra fazer chá, por exemplo, pode jogar fora o que sobrar.

"Através aqui da Rede Aparecida de Comunicação, são muitas as pessoas que se valem deste recurso de pedir, através da fé, a benção de Deus sobre o Sacramental da água. Entretanto, a benção vale para o momento presente, ao vivo. Não é a mesma coisa que assistir a um vídeo gravado há muito tempo, por exemplo. Em relação ao descarte, você pode colocar numa planta, por exemplo", orienta o padre.

:: Assistir vídeos de pregação é o mesmo que ler a Bíblia?

:: O leigo pode abençoar a água?

Por último, a Beatriz Motta pergunta se uma pessoa que foi batizada quando criança na Igreja católica, cresce e depois vem a se batizar em outra igreja, mas se arrepende e quer voltar a ser católica, pode voltar? Em caso afirmativo, o que precisa ser feito?

"Essa pessoa precisa passar novamente por um processo de reencontro com sua primeira família de fé, que é a comunidade. Ela precisará de uma boa confissão, voltar a participar da vida da comunidade e se reintegrar e redescobrir sua comunhão com a comunidade. Isso requer, acima de tudo, convicção e comprometimento", aponta o sacerdote.

:: Católico pode participar de celebrações em igreja evangélica?

Assista à integra da entrevista no vídeo abaixo:

:: Quer conferir todas as reflexões e explicações do Padre Camilo?
Acesse: a12.com/ReflexõesdeFé

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Luciana Gianesini, em Dúvidas Religiosas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.