Por Dante Aragón Em Espiritualidade Atualizada em 16 SET 2019 - 10H27

Santos entre nós: Santo Agostinho de Hipona

Shutterstock
Shutterstock

Podemos resumir a vida de Santo Agostinho de Hipona em três períodos: desde o seu nascimento até a sua conversão, no qual reconhecemos o gradual retorno à Fé deste jovem rebelde; desde a sua conversão até o seu episcopado, onde se reconhece o seu desenvolvimento doutrinal como filósofo cristão; e desde que assumiu como bispo de Hipona, onde plasmou seus conhecimentos nas suas atividades como pastor de Hipona, até a sua morte. 

Quero refletir especificamente na conversão deste grande santo e nas luzes para a nossa vida cristã.

Leia Mais‘Santos entre nós’ reflete os conhecimentos de São Roberto BelarminoPrimeira doutora da Igreja, Santa Teresa D'ávila é a personagem do 'Santos entre nós'A vida e ensinamentos de Santo Irineu nos 'Santos entre nós'TV Aparecida exibe série "Santos entre nós" a partir de agostoÉ sabido da influência de Santo Ambrósio na conversão de Agostinho, que, quando tinha aproximadamente 30 anos, começou a se questionar sobre a atração dos discursos deste santo, que muito tratavam da verdadeira sabedoria.

Assistindo com regularidade aos seus discursos, teve a boa atitude de querer visitá-lo, pois se sentiu cativado. EM QUALQUER MOMENTO DA NOSSA VIDA, DEVEMOS NOS DEIXAR AJUDAR PELA SABEDORIA DOS DEMAIS, SENDO PROATIVOS - FÉ NA MENTE.

Outro aspecto da conversão de Agostinho foi a sua vida intelectual, em especial o estudo da Filosofia; passou do ceticismo pessimista para a filosofia neoplatônica. Este estudo o levou ao entusiasmo e à esperança de encontrar a Verdade. Finalmente, ele começou a leitura das Sagradas Escrituras, por meio da qual começou a iluminar muitas das certezas que o acompanhavam, descobrindo que Jesus Cristo é o único caminho da verdade e da salvação: passou assim da fé de mente à fé no coração. IMPORTÂNCIA DA NOSSA FORMAÇÃO PERMANENTE, POR MEIO DA ORAÇÃO BÍBLICA E DE LEITURAS ESPIRITUAIS - FÉ NO CORAÇÃO.

Um terceiro aspecto o encontramos no processo de descoberta de Agostinho e que o leva para uma tomada de decisão nada fácil, porém necessária para uma vida nova. Após Agostinho adquirir conhecimentos teológicos e filosóficos, começou a ter a disposição de receber como Revelação a verdade sobre Deus e a existência. Porém, enfrenta ainda uma resistência interior, sobre sua “opção fundamental”. Este processo de discernimento, Agostinho o faz com uma atitude de observação de outros testemunhos, por meio da meditação e da escuta de pessoas sábias. Agostinho vai discernindo o Plano de Deus na sua vida e toma as decisões importantes que Deus vai lhe mostrando. RECEBEMOS A VIDA NOVA POR MEIO DO BATISMO: VALORIZEMOS O IMENSO DOM DO NOSSO PRÓPRIO BATISMO E SEJAMOS COERENTES COM ESSE DOM - FÉ NA AÇÃO.

.:: Santos entre nós - Santos doutores da Igreja. Veja abaixo mais histórias de outros santos

.:: São João Maria Vianey

.:: Santo Irineu de Lyon

.:: Santa Teresa D'Ávila

.:: São Roberto Belarmino 

.:: Santa Catarina de Sena

.:: São Tomás de Aquino

Escrito por
Dante Aragón (Arquivo Pessoal)
Dante Aragón

Dante Aragón, nasceu no Perú, é administrador, mestre em psicologia, especialista em antropologia cristã e participa do Movimento de Vida Cristã em Petrópolis (RJ), desde 2003

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.