Por Elisangela Cavalheiro Em Igreja

2013: um ano ímpar na história da Igreja Católica

O ano de 2013 foi um ano ímpar na história da Igreja. Pela primeira vez, em 600 anos, a Igreja Católica elegeu um novo pontífice após a renúncia de um papa. O primeiro trimestre do ano para a Igreja Católica foi marcado especialmente por dois fatos, a renúncia de Bento XVI e a eleição do primeiro papa jesuíta e latino-americano.

Para todos os cristãos o final de ano é marcado pela novidade que traz o tempo do Advento e o início do ano, quase sempre, vem carregado de novos projetos para todas as igrejas locais do mundo.

Em janeiro, inúmeras atividades motivaram a ação pastoral e o engajamento dos cristãos.

Logo no dia 7 de janeiro, um encontro pontual e tradicional, aconteceu no Vaticano. O então, Papa Bento XVI recebeu o Corpo Diplomático formado por representantes de 179 países que mantém relação com a Santa Sé. A paz no Oriente Médio, na África, os direitos humanos, a crise econômica e a educação nos países em vias de desenvolvimento, foram alguns dos temas evidenciados pelo papa.

“Construir a paz significa educar os indivíduos para combaterem a corrupção, a criminalidade, a produção e o tráfico da droga, bem como para evitar divisões e tensões, que põem em risco o tecido da sociedade,dificultando o seu desenvolvimento e a convivência pacífica”, mensagem final de Bento XVI, 7 de janeiro de 2013.

No Brasil, o início do ano exigiu solidariedade e empenho de diversos setores da sociedade para amparar as milhares de pessoas que ficaram desabrigadas com as chuvas, especialmente no Estado do Rio de Janeiro. Dioceses e entidades como a Cáritas Brasileira promoveram inúmeras campanhas para ajudar as vítimas. Só na Região Serrana do Rio, mais de 100 mil pessoas foram afetadas com a tragédia.

“Temos um salão com pessoas durante todo o dia recebendo as doações. São cerca de 2 mil pessoas atingidas pelas chuvas, 200 estão desabrigadas e 150 casas foram atingidas. Nosso objetivo no momento é arrecadar material de limpeza e higiene pessoal, fraldas e também alimentos como arroz, café e também água”, contou Marcos Cardoso, da Ação Social Paulo IV (ASPAS) da Diocese de Duque de Caxias ao A12.com no dia 12 de janeiro de 2013.

Diversas celebrações marcaram o primeiro mês do ano. A primeira delas foi a recordação dos três anos sem a fundadora da Pastoral da Criança, a ‘mãe’ das crianças brasileiras, Zilda Arns, no dia 12 de janeiro. No mundo, a Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que sofre comemorou o centenário de nascimento do seu fundador, Padre Werenfried van Straaten, no dia 17 de janeiro. No Rio de Janeiro (RJ), a arquidiocese deu início ao processo de beatificação da menina Odetinha, no dia 18 de janeiro, comovendo os devotos cariocas. No dia 25 de janeiro, a Igreja recordou os 30 anos da promulgação do novo Código de Direito Canônico. Em Roma, uma jornada de estudo marcou a data.

Quase no final do mês, todo o país sofreu com a notícia da morte de centenas de jovens no incêndio que ocorreu na Boate Kiss em Santa Maria (RS), no dia 27 de janeiro. Na ocasião, Bento XVI enviou uma mensagem de condolência para todas as famílias.

“Consternado pela trágica morte de centenas de jovens em um incêndio em Santa Maria, o Sumo Pontífice pede a Vossa Excelência que transmita às famílias das vítimas suas condolências e sua participação na dor de todos os enlutados. Ao mesmo tempo em que confia a Deus Pai de misericórdia os falecidos, o Santo Padre pede ao céu o conforto e restabelecimento para os feridos, coragem e a consolação da esperança cristã para todos os atingidos pela tragédia e envia, a quantos estão em sofrimento e ao mesmo procuram remediá-lo, uma propiciadora bênção apostólica”, destaca a mensagem dirigida ao Arcebispo de Santa Maria, dom Hélio Adelar Rubert, escrita pelo Cardeal Tarcísio Bertone, secretário de Estado, no dia 28 de janeiro de 2013.

O mês encerrou com a entrega de um importante documento ao papa sobre questões dos abusos cometidos contra menores por membros do clero. ‘Em direção à cura e à renovação’, apresentava as conclusões do Simpósio Internacional que a Pontifícia Universidade Gregoriana promoveu em 2012.

Em Aparecida (SP), o maior Santuário no mundo dedicado a Maria, Mãe de Deus, no Brasil, apresentou a estatística de movimento do ano de 2012 demonstrando um novo recorde de movimentação de visitantes. No total, 11. 114. 639 pessoas visitaram o Santuário Nacional de Aparecida durante todo o ano de 2012.

“Mais uma vez batemos recorde de visitantes. Esse grande movimento em Aparecida se deve a acolhida, a infraestrutura, a presença marcante dos meios de comunicação e principalmente pela grande devoção do povo brasileiro a Nossa Senhora Aparecida. Estamos felizes e vamos dar continuidade ao nosso trabalho”, destacou padre Valdivino Guimarães, prefeito de igreja do Santuário Nacional.

A partir dessa semana, nas próximas sextas-feiras, o A12.com irá trazer para você nosso internauta, a retrospectiva dos fatos mais relevantes da Igreja no Brasil e no mundo. A cada semana, três matérias irão compor o panorama do trimestre. Hoje você confere os meses de janeiro, fevereiro e março. 

Leia também: 

FEVEREIRO - Com dia e hora marcada: a renúncia de Bento XVI

MARÇO - Francisco: um papa latino-americano para a Igreja Católica

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.