Por Pe. Leo Pessini Em Igreja

Bioética Global - uma incursão nas origens

A expressão “bioética global” foi cunhada por Van Rensselaer Potter no seu livro “Global Bioethics”, publicado em 1988, nos EUA. Ele articula uma nova visão ética em busca de um equilíbrio melhor entre o mundo humano e da natureza, com um objetivo ampliado, ao relacionar as preocupações médicas, numa perspectiva social, cultural e sócio ambiental. O adjetivo “global” demonstra uma perspectiva nova, “mundial” bem como “numa forma unificada e compreensiva”. Vejamos como Potter se expressa a respeito:

               bioetica

“Chegou o momento de reconhecer que não mais podemos examinar opções médicas sem considerar a ciência ecológica e os problemas maiores da sociedade em escala global... Bioética global portanto é ´a unificação da bioética medica e a bioética ecológica´ (...). Este ramos, necessitam ser harmonizados e unificados para um ponto consensual de visão que pode ser cunhado como bioética global, acentuando os dois significados do mundo global. Um sistema de ética é global, de um lado, se ele é unificado e compreensível, e no sentido mais usual do termo, se ele tem uma perspectiva mundial.”

Curiosamente a dimensão da globalização, não é articulada no conceito de bioética no início dos anos 70. Não existe menção a dimensão global dos problemas, ou nem menos a respeito da natureza global que medidas necessárias para resolver dos problemas. A ideia de bioética global de Potter está refletida nos princípios da Declaração da Unesco, Declaração Universal de Bioética e Direitos Humanos (2005) que versa sobre cuidados de saúde, biosfera, e gerações futuras, pesquisa em seres vulneráveis e justiça social, entre outros temas.

Algumas características da bioética potteriana:

1) Orientada para o futuro: Para se evitar desastres tais como guerra nuclear ou catástrofes ecológicas, necessitamos desenvolver visões positivas do futuro. O objetivo último da bioética para Potter é a sobrevivência da humanidade a longo-prazo.

2) Interdisciplinaridade: Os problemas da humanidade são multidimensionais e enfrenta-los implica que temos que levar e contaos diversos tipos de conhecimento, de diferentes disciplinas, tais como biologia básica, ciências sociais e humanidades; 

3) Os seres humanos são parte da natureza. Os seres humanos são parte do ecossistema que inclui solo, água, plantas e animais. A bioética inclui questões ambientais. O ser humano não pode e não deve mais degradar e destruir o meio ambiente.

Potter ao definir sua visão de bioética, como utiliza a metáfora de ponte como símbolo de comunicação e ligação. “Bioética como ponte para o futuro é o título de sua obra clássica, de 1970.  Mas esta metáfora da ponte tem quatro significados: a saber:

1) Ponte entre o presente e o futuro:  A bioética é uma nova abordagem que enfoca questões de longo prazo e objetivos que possam garantir a sobrevivência da humanidade;

2) Ponte entre ciência e valores: A bioética é uma nova disciplina que combina conhecimento biológico com   o conhecimento dos sistemas de valores humanos;

3) Ponte entre natureza e cultura: A bioética é responsável pelo futuro, aplicando conhecimento científico das realidades biológicas e a natureza dos seres humanos com o objetivo de garantir evolução cultural;

4) Ponte entre o ser humano e a natureza: A Bioética é uma nova ética que leva em conta a nova ciência da ecologia e considera os seres humanos inter-relacionados com seu meio ambiente ( continua) .

assinatura padre leo pessini

Escrito por
Pe. Léo Pessini Currículo - Aquivo Pessoal
Pe. Leo Pessini

Professor, Pós doutorado em Bioética no Instituto de Bioética James Drane, da Universidade de Edinboro, Pensilvânia, USA, 2013-2014. Conferencista internacional com inúmeras obras publicadas no Brasil e no exterior. É religioso camiliano e atual Superior Geral dos Camilianos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.