Igreja

O que o casamento representa para a Igreja Católica?

Mais do que um contrato, o casamento é uma missão

Escrito por Lais Silva

05 MAI 2022 - 11H44 (Atualizada em 05 MAI 2022 - 14H45)

rawpixel - Freepik

O mês de maio é conhecido como o mês das mães, mês mariano e também o mês das noivas. O casamento é um sacramento importante para a Igreja Católica, um casal que escolhe dar esse passo precisa ter a consciência que o matrimônio reflete a fidelidade de Deus.

O A12 conversou com o Missionário Redentorista Pe. Anízio Tavares, que nos explicou o que o casamento representa para a Igreja e o que isso significa na vida do casal.

É sinal real e eficaz da ação de Cristo na vida do casal e da comunidade na qual participam. Trata-se de uma aliança de amor selada na fé de modo perpétuo e exclusivo. Todo sacramento é também missão! O casal que recebe a graça do sacramento do matrimônio é chamado a ser o sinal do Amor esponsal de Cristo pela Igreja, explica.

Um casal que escolhe celebrar seu casamento na Igreja, diante de Deus e em um lugar sagrado deve saber que o casamento não é apensa um contrato e que o rito não deve ser celebrado apenas como um protocolo.

A Igreja pede que a liturgia matrimonial seja celebrada de modo consciente e frutuoso. Não basta apresentar os requisitos formais e celebrar o rito. O matrimônio cristão tem um sentido mais profundo e vai além das questões canônicas. Não é um mero contrato: isso se faz no cartório civil. Não se resume no evento pontual, festivo e bonito: isso as agências de cerimoniais resolvem muito bem. O casal precisa saber da importância do matrimônio para assumi-lo primeiramente como abertura à graça de Cristo que os chama a esse estado de vida”, ressalta.

O casamento é um laço eterno, uma vez que o homem e uma mulher se unem em um matrimônio, não há poder que possa dissolver esse vínculo. “Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o homem não deve separar o que Deus uniu”.

“Muitos questionam a indissolubilidade matrimonial antes mesmo de tomar consciência de que a união exclusiva e por toda a vida não é tarefa somente humana, mas também divina, pois o Senhor acompanha o casal com suas graças e luzes. Outro ponto fundamental antes de buscar o sacramento do matrimônio é saber que a aliança entre os noivos não é selada somente diante de Deus, mas também da Comunidade Cristã. A Igreja não entende a celebração de nenhum sacramento como ato privado! É uma celebração da qual a comunidade participa e depois acompanha com as orações. Papa Francisco deixou bem clara essa proposta ao dizer que a alegria do amor que se vive nas famílias é também o júbilo da Igreja”, explica.

Leia MaisO exemplo de Maria e José para os casamentos de hoje em dia Casamento não é um 'puxadinho'

Casamento no Santuário Nacional

Os noivos que têm interesse em realizar a cerimônia de casamento no Santuário Nacional de Aparecida ou na Basílica Histórica devem seguir orientações da pastoral. Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lais Silva, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.