Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. Em Notícias

Bambuí (MG) é terra de Missões Redentoristas

Missões em Bambuí (MG)

Santas Missões acontecendo

A Paróquia de Sant´Anna do Bambuí localizada em Minas Gerais recebe as Santas Missões Redentoristas a partir deste mês. Os coordenadores da missão nesta cidade, padre José Anchieta e padre José Pereira, da Equipe Missionária de Araraquara (SP) já visitaram a paróquia para conhecer a sua realidade sociorreligiosa e a missionária, a irmã Maristela já está coordenando a Primeira Fase com os trabalhos da Missão da Visitação.

Entre os dias 28 de abril e 1º de maio será realizada a Pré-Missão com a visita dos missionários a todas as comunidades. Nesta ocasião acontecerá o Dia de Formação para as lideranças missionárias e depois, entre os dias 2 de maio e 9 de junho será realizada a Missão nas Famílias. A Terceira Fase quando acontece a Missão nas Comunidades acontecerá de de 10 a 26 de junho, sendo um período intenso de evangelização nas comunidades urbanas e rurais.

Rico passado

Registro antigo da cidade de Bambuí (MG)

Alguns historiadores acreditam que o nome da cidade, Bambuí, foi dado pelos negros que viviam na região e pertenciam à federação do Quilombo do Campo Grande, sob a chefia do lendário escravo Ambrósio. Essa hipótese é reforçada pela existência de uma cidade de nome Bambuí, em Camarões, na África. Outra interpretação do nome da cidade ensina que Bambuí é uma palavra indígena, que quer dizer “Rio das águas sujas”. Reputa-se ao Padre Toledo e ao mestre de campo Inácio Correia Pamplona, um dos delatores da Inconfidência Mineira, a organização da expedição oficial que culminou com a conquista da região de Bambuí. Alguns historiadores consideram Inácio Correia Pamplona o fundador de Bambuí.

Em 1768 foi criada a freguesia de Bambuí, tendo como padroeira Sant’Ana, mãe de Maria Santíssima. O estabelecimento oficial da freguesia só se efetivou em 23 de janeiro de 1816. Em 10 de julho de 1886 a Lei nº 307 conferiu à Vila de Bambuí o foro de cidade. Em 1911, a chegada da estrada de ferro à Bambuí impulsionou seu desenvolvimento. 

A paróquia ontem

A construção da capela de Sant’Ana começou em 10 de outubro de 1769, com mão de obra escrava e o transporte dos materiais de construção feito em carros de bois. Toda a cidade nascia e crescia em volta de uma igreja, que era o centro de todo o povoado. Toda a história e vida do povo se desenvolvia à sombra da capela. Não muito tempo depois foi criada a paróquia.

No final da década de 70 foi criado um Santuário dedicado a São Sebastião, hoje visitado por muita gente.

A paróquia hoje

Atualmente a paróquia Sant"ana é formada por 8 comunidades urbanas e 4 comunidades rurais. Há uma outra paróquia, que tem como Padroeira Nossa Senhora das Graças, e uma terceira paróquia está em processo de elevação, que é a Comunidade Sagrado Coração de Jesus.

A principal produção de Bambuí é a extração de caulim (argila branca), e a agricultura se baseia no cultivo do café, arroz, milho e soja. A economia da cidade está sendo movimentada pela usina de álcool e açúcar.

Segundo o IBGE de 2010 a população da cidade é de 22.709 habitantes, e a população da paróquia Sant’Ana é de 12 mil habitantes. A Matriz Sant’Ana e o Santuário São Sebastião são muito grandes, ambos com capacidade para 1000 pessoas. O pároco atual é o padre João Bosco, que está à frente da paróquia há dois anos, vindo de Lagoa da Prata.  

Raio X da missão: 

Diocese: Luz
Bispo: Vacante
Paróquia: Sant'Ana
Pároco: Pe. João Bosco
Coordenadores: Pe. José Anchieta Tavares, C.Ss.R. e Pe. José Pereira, C.Ss.R.
Comunidades: 12
Irmã Missionária: Ir. Maria Stella Christofoletti

Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R.
Equipe de Comunicação
das Santas Missões

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.