Por Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R. Em Notícias

Encontro reúne párocos das paróquias redentoristas de São Paulo

Paróquias Redentoristas vivem os Desafios da Modernidade na busca do cumprimento da missão de anunciar a Copiosa Redenção.

No dia 30 de janeiro, aconteceu em São Paulo (SP), na Comunidade Redentorista do Jardim Paulistano, um encontro reunindo os párocos responsáveis pelas paróquias redentoristas da Província de São Paulo junto com os membros do Governo Provincial.

A primeira motivação para o encontro foi a realização de uma partilha sobre a realidade sociorreligiosa e organizacional de cada paróquia confiada aos redentoristas, indicando também linhas de uma ação comum relacionada ao modo de Ser Igreja da atualidade. Comungamos com a Igreja no Brasil no esforço de construção de uma rede de comunidades, traçando também as linhas gerais do nosso Ser Redentorista com a definição de elementos comuns conforme a história e espiritualidade da congregação.

Contexto sociorreligioso e realidade de nossas paróquias

São dez as paróquias entregues aos cuidados pastorais e administrativos da Província de São Paulo, e elas podem, em linhas gerais, ser encaixadas em três realidades distintas. 

Periferias das grandes cidades

Das paróquias que nos são entregues três localizam-se no contexto periférico urbano seja da cidade de São Paulo, como em Diadema, na região do grande ABC. Todas se caracterizam pela alta concentração populacional com os muitos desafios próprios de uma grande cidade.

Temos a paróquia dedicada ao Senhor Santo Cristo dos Milagres, localizada na Cidade Tiradentes, Zona Leste de São Paulo, com mais de 70 mil habitantes, distribuídos em sete comunidades. A paróquia de Nossa Senhora da Esperança, por sua vez, localiza-se na Região Belém, em Sapopemba, também em São Paulo, com suas sete comunidades e mais de 70 mil habitantes. E por fim, vem a Paróquia dedicada ao Menino Jesus. No ano de 2012 ela celebrou seu jubileu de prata de criação, localizando-se na cidade de Diadema, região industrial do grande ABC, sendo formada por 10 comunidades eclesiais.

Outras paróquias, apesar de estarem localizadas no interior do estado caracterizam-se também, da mesma forma, pelos constantes desafios próprios dos grandes centros urbanos. Em Sorocaba, cidade com quase 700 mil habitantes temos a Paróquia dedicada a São Geraldo, a mais nova de todas. Sua criação se deu no dia 16 de outubro de 2013. Na periferia de Campinas, maior cidade do interior de São Paulo, temos a paróquia dedicada a Santo Afonso onde também atuam nossos formadores e os estudantes do curso de Filosofia da PUCCAMP. 

 
 

Paróquia do interior

Algumas das paróquias redentoristas estão localizadas em cidades do interior, uma delas num contexto misto urbano-rural e outras vivendo em contextos bastante específicos. Em Miracatu, no Vale da Ribeira temos a paróquia de Nossa Senhora das Dores, esta genuinamente de características rurais, sendo formada por 41 comunidades, a maioria delas localizadas na zona rural, num raio de até 45 km, onde a população dedica-se ao cultivo da banana.

Em Santa Bárbara D’Oeste, cidade de quase 200 mil habitantes foi criada há dois anos a Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora formada por 06 comunidades, algumas delas localizadas no interior, mas em processo de enxugamento populacional por causa da mecanização do corte da cana de açúcar.

Em São João da Boa Vista, cidade com quase 100 mil pessoas, localiza-se a paróquia dedicada a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Os redentoristas já estão em São João há muito tempo, mas a paróquia foi criada apenas em 2004. Ela tem como característica forte não tanto o sentido territorial, mas a acorrência de pessoas de toda a região buscando por atendimento sacramental, direção espiritual e aconselhamento, além da participação nas novenas de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Por fim temos a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição formada por 07 comunidades localizadas em parte da cidade de Aparecida, atingindo alguns de seus bairros, tendo como matriz a querida Basílica Velha ou Matriz Basílica. 

Paróquia no coração financeiro da grande São Paulo

Das paróquias atendidas pelos missionários redentoristas uma vive uma condição especial. Sua igreja matriz está localizada bem próximo de uma das artérias mais expressivas da grande São Paulo. Trata-se da Paróquia também dedicada a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro localizada no Jardim Paulistano, a poucas quadras da Avenida Faria Lima, coração financeiro da grande metrópole. Sua população residente é bem diminuta, mas ela é muito procurada por pessoas que buscam o atendimento pessoal, bem como a celebração dos sacramentos, especialmente para casamentos. 

Elementos comuns

Apesar de estarem localizadas em contextos tão distintos e tão desafiadores, os redentoristas procuram imprimir uma ação pastoral com marcas comuns e confluentes em suas paróquias, respeitando-se, claro, suas especificidades.

Há um diretório que encaminha a ação pastoral e administrativa realizadas nestas grandes comunidades paroquiais conferindo a identidade redentorista ao trabalho desenvolvido, estabelecendo a unidade entre os confrades, dando continuidade à ação pastoral, facilitando a mútua ajuda e a intercolaboração pastoral, favorecendo a formação continuada dos agentes evangelizadores e garantindo a estabilidade da missão junto às paróquias.

Dentre esses elementos podemos destacar:

- A busca da comunhão e participação;
- A realização de uma evangelização permanente;
- Ser comunidades de acolhimento e aconselhamento;
- Vivenciar a dimensão sacramental, litúrgica e celebrativa;
- Dar uma formação da consciência ética, moral e social;
- Buscar a transformação sócio-libertadora;
- Com uma renovação da espiritualidade cristã e redentorista;
- Praticando uma devoção esclarecida e orientada à Virgem Maria e aos santos.

Essa frente pastoral atendida pelos redentoristas congrega aproximadamente 25 confrades. Algumas comunidades religiosas são também casas de formação e a atuação pastoral serve de estágio para os nossos seminaristas postulantes ou junioristas, cumprindo desta forma uma segunda missão de serem comunidades vocacionais. 

“Os redentoristas que se dedicam ao trabalho junto às paróquias e igrejas devem desempenhar com toda a diligência suas tarefas com espírito missionário, procurando realizar bem uma missão permanente”. (Diretório Pastoral)

 

Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R. 
Vigário Provincial

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R., em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.