Por Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R. Em Notícias

Missão: Vida de Jesus Cristo para os povos da América Latina (parte 3)

A partir da Conferência de Aparecida (2007) surgiu uma grande inquietação entre nós, oriunda da necessidade de aplicar as conclusões da Conferência Eclesial e responder a um desafio fundante: Como levar a vida de Jesus Cristo para os nossos povos, nas comunidades e paróquias que missionamos?

Numa tentativa de síntese, foram apresentadas várias respostas a partir das reflexões e estudo realizado.

famílias_misssoes

A partir da organização e da pregação missionária surge algo novo no campo familiar: A família é proposta como um EVANGELHO, que se contrapõe à fragmentação e descaracterização familiar incentivado pela mídia e por grupos da sociedade. É um bem a ser reconquistado e preservado, porque é uma revelação divina. Ao mesmo tempo, vale a pena insistir que as comunidades sejam um lugar de acolhida familiar, principalmente para aqueles que já perderam seu ambiente familiar e cultural de origem. Para as crianças, um caminho é o fomento da Infância Missionária, comprometendo-nos mais diretamente com sua organização.

Para os jovens, o primeiro e grande desafio da Missão Redentorista é de ajudar a promover uma experiência de unidade entre os distintos grupos de diferentes tendências que ordinariamente encontramos nas paróquias e comunidades. Buscamos pensar em estratégias capazes de envolver aqueles que já participam, para em seguida chegar até aqueles que estão afastados. Já estamos criando uma missão especial para os jovens.  

Alegria de Ser Missionário

De um modo global, ainda enfrentamos o machismo muito presente em nossa sociedade. Esta questão merece atenção porque leva à conversão evangélico-cultural de longo prazo. Rompendo com o machismo tão presente até mesmo no meio clerical, conquista-se a reciprocidade e a corresponsabilidade com as mulheres, agente insubstituível em nossas missões.

Outro grande desafio é o de aproveitar melhor as plataformas da ‘mídia’ para o trabalho missionário. Tradicionalmente conseguimos conquistar espaço no rádio e na televisão, mas a Internet é hoje um campo aberto e viável, que atinge milhões de pessoas, principalmente os jovens. Em nosso Projeto Missionário desenvolvemos subsídios para as missões, criando meios de formação e diálogo evangelizador e, nesse projeto, não se pode fechar os olhos para um instrumento tão poderoso, atual e acessível.

A ideia de uma Missão Continental como nos pede o Documento de Aparecida mexe diretamente conosco. Uma Missão elaborada a partir do tema “Discípulo-Missionário” e “Vida plena”, pois somos Missionários-Discípulos. Nossa primeira atitude é de gratidão e de alegria por Ser Missionário.

Somos convidados a ser discípulos aprendendo mais, seguindo Jesus mais de perto, aprofundando nossa experiência de encontro pessoal com Ele, olhando para a realidade com os olhos do Pai misericordioso, sem medo dos desafios.

Mais do que nunca, há espaços imensos e motivações profundas para continuar sendo Missionários Redentoristas em nosso Continente.

Padre Inácio Medeiros, C.Ss.R. 
Equipe de Comunicação Santas Missões

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R., em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.