Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. Em Notícias

Missionários Redentoristas evangelizam comunidades de Sombrio (SC)

Desde o dia 27 de abril a equipe missionária redentorista de Lages (SC), contando com a parceria de cinco confrades da Equipe Missionária de São Paulo prega as Santas Missões Populares na Paróquia Santo Antônio de Pádua, localizada no município de Sombrio e no Balneário Gaivota. Os missionários pretendem realizar um grande mutirão de evangelização para motivar fiéis a aderirem a Jesus Cristo e sua missão. A etapa missionária segue até o dia 08 de junho. 

Durante estes dias de Missão será instalada uma nova paróquia organizada como 'Rede de Comunidades', tendo como padroeiro o novo santo, o Papa João Paulo II. 

Missões em Sombrio - Santa Catarina

Uma realidade desafiadora a ser evangelizada

A cidade de Sombrio e o Balneário Gaivota localizam-se no litoral sul do estado catarinense, quase na divisa com o Rio Grande do Sul, junto a BR.101. São realidades distintas e conflitantes que trazem vastos desafios para a missão.

A paróquia é formada por 34 comunidades, mais da metade delas localizadas na zona urbana do município, com uma população predominantemente católica, sendo a maioria de origem luso-brasileira.

Programação da Missão

Missões em Sombrio - Santa Catarina Depois da realização da Missão da Visitação e da Missão nas Famílias, no último dia 27 de abril teve início a Terceira Fase, como 'Tempo Forte de Evangelização'. Uma celebração realizada na igreja matriz repleta de fiéis marcou a abertura deste 'Tempo de Graças', com o envio da Equipe Missionária formada por 13 redentoristas, que passa agora a percorrer todas as 34 comunidades, começando pelas comunidades do interior e da zona rural. As menores comunidades são constituídas por 30 famílias e as grandes comunidades como a matriz por até mil famílias. O Balneário Gaivota tem 494 famílias, seguido pelo Bairro Januária com 900 famílias.

Em todas as comunidades a programação missionária consta de visitas domiciliares aos doentes e idosos, atendimento e aconselhamento dos fiéis, celebrações comunitárias e encontros especiais com crianças, jovens e adultos. O momento forte e mais participado é sempre a noite, quando acontece a grande celebração com a mensagem missionária.

Além das missões nas comunidades eclesiais, dois missionários estão liberados para as Missões nas Escolas e nas Universidades.

No dia 08 de junho, depois de 42 dias de um vasto Mutirão de Evangelização que deve mexer com as pessoas e as convocou a "ser uma Igreja Viva" acontecerá a Missa de Encerramento da 3ª fase das Missões, com uma concentração de todas as comunidades da paróquia e a renovação do compromisso de se buscar a unidade paroquial, agora no Tempo de Perseverança e Pós-Missão.

Missões em Sombrio - Santa CatarinaA comunidade paroquial

A paróquia Santo Antônio pertence à diocese de Criciúma, dirigida pelo bispo dom Jacinto Inácio Flach, tendo como pároco, padre Daniel Pagani, vigário paroquial, padre Antoninho Rossi e colaboração do diácono Lucas Fernandes Bombazar, do clero diocesano. O primeiro pároco desta paróquia foi o padre João Reitz; ele atendeu a comunidade paroquial entre os anos de 1938 a 1974. Ele era um homem de fé profunda, de coragem, idealizador e dinâmico. O povo de Sombrio deve muito a este que é considerado o homem mais importante que já passou pelo município. A paróquia já celebrou 75 anos de fundação em 2013.

A economia da região

Na agricultura cultiva-se o arroz, a banana, pratica-se o reflorestamento de eucaliptos, cultiva-se o tabaco com fumo de estufa e pecuária de corte. Há várias indústrias calçadistas, de cerâmicas e o Balneário Gaivota vive do turismo graças aos muitos turistas que frequentam suas praias, buscando sol e mar. Existem ainda três fundações universitárias e 20 escolas municipais, estaduais e particulares onde estudam em torno de 10 mil alunos. Todas estas escolas estão sendo atendidas neste tempo de missão. 

Os frutos da última missão

Em 1986 aconteceu a última missão, também pregada pelos redentoristas. Naquela ocasião foram criadas 13 novas comunidades. Dois anos depois, na realização da pós-missão, foram formadas outras 4 comunidades. Com a atual etapa evangelizadora, mais três novas comunidades serão formadas, todas situadas em áreas mais pobres e desafiadoras para a missão apostólico-pastoral dos dois municípios.

 

Padre Inácio Medeiros, C.Ss.R.
Equipe de Comunicação das Santas Missões

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.