Por Redação A12 Em Notícias

Missões Redentoristas em Sombrio (SC) e Tarauacá (AC)

"Um povo que reza e participa, fortalecendo sua fé e caminhada na vida da comunidade" 

Perseverar na Luz do Ressuscitado

Entre os dias 27 de abril e 08 de junho a equipe missionária redentorista de Lages (SC) com a ajuda de cinco missionários da Província de São Paulo, pregou as Santas Missões na Paróquia Santo Antônio de Pádua, que abrange comunidades em duas cidades catarinenses, Sombrio e Balneário Gaivota. Durante a realização das Santas Missões foi instalada uma nova paróquia, em forma de "Rede de Comunidades" tendo como padroeiro o Papa São João Paulo II.

A cidade de Sombrio e Balneário Gaivota localizam-se no litoral sul do estado catarinense, quase na divisa com o Rio Grande do Sul, junto a BR 101. A paróquia até então, era formada por 34 comunidades, sendo mais da metade localizada na zona urbana do município, com uma população predominantemente católica, sendo a maioria de origem luso brasileira. 

Novas comunidades

Pe. Inácio Gebert (foto), coordenador da missão conta que graças ao dinamismo missionário redentorista, desde a realização da primeira missão em 1986, a paróquia viu suas comunidades triplicarem. "Em 1986 aconteceu a última missão, pregada também pelos redentoristas, naquela oportunidade foram fundadas 13 novas comunidades. Dois anos depois, na pós-missão, foram formadas outras 4 comunidades e, com a atual missão, mais três novas comunidades estão sendo formadas, todas elas situadas nas áreas mais pobres dos dois municípios", disse. 

Pe. Inácio Gebert, coordenador das missões em Sombrio

A paróquia conta com a colaboração de dois padres e um diácono: pároco, padre Daniel Pagani, vigário paroquial, padre Antoninho Rossi e o diácono Lucas Fernandes Bombazar, do clero diocesano. Em 2013, a paróquia celebrou 75 anos de fundação. Pertence à Diocese de Criciúma, que é dirigida por dom Jacinto Inácio Flach.

Economicamente, a cidade de Sombrio vive da agricultura, do cultivo do arroz e da banana, do reflorestamento de eucaliptos, do fumo de estufa e pecuária de corte. Há ainda várias indústrias calçadistas e cerâmicas instaladas. Já Balneário Gaivota vive do turismo de sol e praia. Possui três fundações universitárias e 20 escolas municipais, estaduais e particulares onde estudam em torno de 10 mil alunos, e todas foram visitadas durante a missão. 

Missão e Perseverança

Nodia 27 de abril, a igreja matriz de Sombrio estava repleta de fiéis para a missa de abertura das missões. Padre Inácio ao recordar esse momento, destaca que "foi uma bela e animadora celebração, mostrando o entusiasmo do povo católico com as missões". Durante a etapa missionária, um frio intenso atingiu as cidades, mas não foi impecilho para a realização das missões e para a participação dos fiéis nas comunidades. 

No dia 07 de junho os Missionários Redentoristas concluíram este "tempo forte de evangelização e da graça de Deus" com a alegria de verem o desejo de todos em continuar a caminhada missionária e com o fortalecimento da "Rede de Comunidades". Para padre Inácio, a comunidade paroquial assume agora uma missão renovada e comprometida em "ser uma Igreja sinal do Reino de Deus, depois de quarenta dias de uma intensa e bonita ação missionária".  

Missões em Tarauacá na Vice-Província de Manaus 

Foto de: arquivo.

Matriz da Paróquia São José em Tarauacá

Igreja Matriz de Tarauacá, no Acre. 

Neste mesmo período, a Vice-Província de Manaus, promoveu as Santas Missões de 30 de maio a 8 de junho, na Paróquia de São José, em Tarauacá, que fica no noroeste do Acre, a 400 quilômetros da capital Rio Branco. Com cerca de  35 mil habitantes, sendo a terceira maior população do estado, Tarauacá possui uma área geográfica de 15,5 mil quilômetros quadrados. 

O Missionário Redentorista padre Edson, que participou da equipe missionária contou que as Santas Missões em Tarauacá "foram um sucesso". Com a realização da etapa missionaria, foram organizados sete núcleos missionários. Alguns destes localizados no interior e outros na periferia da cidade. Ainda sem data prevista, a paróquia pretende atingir a comunidade de "seringais", que não recebeu as missões nesta etapa. 

A missão contou com a colaboração de sete padres, um irmão religioso, duas freiras dominicanas e cinco leigos de Rodrigues Alves que tiveram "a sua primeira experiência nas missões". 

 

Veja imagens das duas etapas missionárias: 

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.