Notícias

A presença da Congregação Redentorista na Rússia

Padre Inácio_3 (Juan Ribeiro / Rede Aparecida)

Escrito por Pe. Inácio de Medeiros, C.Ss.R

08 NOV 2021 - 11H20 (Atualizada em 10 NOV 2021 - 12H03)

Reprodução Redentoristas na Rússia (Reprodução)

Hoje, prestes a celebrar 289 anos de história (1732), a Congregação Redentorista se faz presente em 82 países do mundo, entre eles a Rússia.

No último dia 24 de outubro, foi consagrada uma igreja dedicada a São João Paulo II, na Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, localizada na cidade de Togliatti, também conhecida como Tolyatti, na parte europeia da Rússia.

A Paróquia de Nossa Senhora de Fátima pertence à Diocese de São Clemente de Saratov, cujo bispo é Dom Clemente Pickel.

Reprodução
Reprodução


Importante lembrar que, na Rússia, bem como em vários países que se desmembraram da antiga União Soviética, os católicos romanos são minoria porque lá predomina a Igreja Católica ortodoxa, tendo como sede o Patriarcado de Moscou.

A Diocese de Saratov cobre a parte sul da Rússia e a paróquia redentorista foi assumida pela Província de Varsóvia, Polônia.

Leia MaisCentro de Peregrinações de Witten - Países Baixos (Holanda)A cidade de Togliatti foi fundada em 1737, como uma fortaleza para defender as fronteiras do sul da Rússia, com o nome de Stavropol do Volga, localizada na margem esquerda do rio que banha a região, mantendo esse nome até 1964. Hoje a cidade é florescente com os seus 700 mil habitantes.

Na década de 1950, a cidade velha foi abandonada para dar lugar à construção de uma represa para produzir energia hidroelétrica com o represamento das águas do rio Volga, sendo a nova cidade construída num terreno mais alto. A partir de 1964, a cidade trocou de nome para homenagear o comunista italiano Palmiro Togliatti.

Neste mesmo período, foram instaladas as montadoras de veículos para produzirem diversas marcas de automóveis, sendo a Lada a primeira.

Reprodução
Reprodução

O rápido desenvolvimento desta que hoje é uma cidade industrial passou a atrair imigrantes de várias regiões, sobretudo, aqueles vindos das ex-repúblicas soviéticas em busca de trabalho. A cidade passou a atrair também pessoas de outros países, entre as quais poloneses, surgindo daí a necessidade de um atendimento especial por serem esses católicos do rito romano.

Leia MaisPartilha Missionária: um irmão em missão além-fronteirasEm 1998, foi construída uma primeira capela de madeira em Togliatti, para o atendimento dos católicos poloneses. Nessa capela eram realizados todos os exercícios religiosos até julho de 2021, quando a capela foi demolida para que se pudesse concluir as obras ao redor da nova igreja.

Os redentoristas poloneses iniciaram seu ministério em Togliatti no ano de 2004, atendendo a comunidade polonesa e, com eles, cresceu o desejo de se construir uma igreja mais ampla, que pudesse comportar melhor o serviço litúrgico da comunidade. A construção da nova igreja foi bem rápida, tendo sido iniciada em 2014, sendo agora consagrada e dedicada ao culto.

Escrito por
Padre Inácio_3 (Juan Ribeiro / Rede Aparecida)
Pe. Inácio de Medeiros, C.Ss.R

Redentorista da Província de São Paulo, graduado em História da Igreja pela Universidade Gregoriana de Roma, já trabalha nessa área há muitos anos, tendo lecionado em diversos institutos. Atuou na área de comunicação, sendo responsável pela comunicação institucional e missionária da Província de São Paulo, atualmente é diretor da Rádio Aparecida

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.