Por Redentoristas Em Notícias

Angola: as monjas redentoristas no novo mosteiro

O dia 1º de agosto de 2017 marcará a história das Monjas Redentoristas em Angola. O grupo fundador de 6 Irmãs vindas do Burkina Faso, na África Ocidental (cinco burkinabés e uma francesa), presente em Angola desde 25 de março de 2015, estabeleceu-se finalmente no Mosteiro Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na localidade de Cuando, próxima à cidade de Huambo.

Num terreno oferecido pelos redentoristas, o mosteiro vem sendo construído com o apoio do arcebispo local, Dom José de Queirós Alves, CSsR, a Vice-Província Redentorista, leigos redentoristas e outros benfeitores, além do contributo do fundo comum da Ordem do Santíssimo Redentor.

Redentoristas
Redentoristas

Os trabalhos continuam em execução, mas as Irmãs quiseram fazer sua entrada na parte principal já concluída, para começarem a viver a sua vida monástica “em casa”, enquanto acompanham os trabalhos que faltam. Até agora, as Irmãs residiram, primeiro, numa casa emprestada pelos redentoristas na cidade de Huambo e, nos últimos seis meses, num espaço que as Monjas Trapistas lhes puseram à disposição na área do seu mosteiro, em Soke, localidade rural dos arredores de Huambo.

O evento foi vivido por toda a Família Alfonsiana de Huambo, que nele tomou parte: monjas, redentoristas, Irmãs do Santíssimo Salvador, Irmãs Mensageiras do Amor Divino, leigos redentoristas; além de outras religiosas, sacerdotes e leigos convidados.

A Família Alfonsiana esteve sobremaneira empenhada na parte logística do evento.

Em clima de alegria e esperança, o arcebispo Dom Queirós abençoou a parte da construção concluída e presidiu a Eucaristia de abertura do mosteiro. Durante a liturgia, 4 jovens postulantes redentoristas foram admitidos ao pré-noviciado, reforçando assim o vínculo de comunhão da Família Alfonsiana e proporcionando uma nota vocacional a todo o evento.

Pe. João Pedro Fernandes, CSsR
Vice-Província de Luanda
Angola - África


2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.