Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 30 OUT 2018 - 10H10

Há 124 anos, pioneiros redentoristas chegavam em Aparecida

Reprodução.
Reprodução.

Na noite do dia 28 de outubro de 1894, chegavam a Aparecida os primeiros Missionários Redentoristas, vindos da região da Baviera, no sul da Alemanha. Na manhã do dia 29 de outubro, os Missionários recém-chegados adentraram pela primeira vez à Basílica Velha de Aparecida, como a conhecemos atualmente. Imediatamente, ao verem a pequenina imagem de cor negra, foram tomados de grande surpresa e alegria, pois ela lembrava a imagem da Virgem Negra do Santuário de Altötting, na Baviera.

:: Conheça a história do Santuário Nacional de Aparecida 

:: Aparecida e Altötting, uma relação surpreendente

Naquele Santuário, de 1841 a 1873, os redentoristas haviam realizado um belo trabalho junto aos devotos que acorriam àquele lugar; vários missionários ainda recordavam com carinho daquele tempo feliz em que a política ultraliberal do Império Alemão fez por terminar.

Para aqueles homens profundamente religiosos e, como seu fundador, devotíssimos de Nossa Senhora, aquilo era um sinal de que Deus, por intercessão da Virgem Maria, estava abençoando a nova missão que estavam assumindo em terras estrangeiras. Realmente, Ele abençoou a missão que aqueles homens, liderados pelo padre Gebardo Wiggermann, acabavam de assumir.

Hoje, quando se quando se fala na devoção à Nossa Senhora Aparecida, imediatamente vem à mente a cidade de Aparecida e o seu magnífico Santuário, onde se encontra a imagem encontrada pelos pescadores no rio Paraíba do Sul em 1717. Vem também a lembrança do missionário rezando com o povo no Santuário ou levando a imagem em peregrinação por este imenso Brasil, sendo carinhosamente chamados de “padres da capela", depois “padres de Aparecida”, e ainda “padres do Santuário” e, melhor que isso, de “Missionários Redentoristas”, pois essa é a sua real identidade, por serem aqueles que espalham a Copiosa Redenção por onde passam.

:: História de Nossa Senhora Aparecida

Já são 124 anos de uma missão que, com muito suor e esforço de tantos Missionários, padres e irmãos, rendeu muitos frutos. Deus, por intercessão da Virgem Maria, da “Mãe do Belo Amor”, abençoou a missão dos filhos de Santo Afonso em terras brasileiras. Há mais de um século, o amor de Deus, a Copiosa Redenção e as glórias de Maria continuam sendo anunciadas incessantemente no altar do Santuário, pelos Meios de Comunicação, através das Santas Missões e em tantos outros trabalhos que os Missionários redentoristas realizam.

Daniel Siqueira

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.