Por Thamara Gomes Em Notícias Atualizada em 29 MAR 2018 - 14H05

Ad Gentes: a vocação missionária da Igreja

A Igreja peregrina é, por sua natureza, missionária, visto que tem a sua origem, segundo o desígnio de Deus Pai, na missão do Filho e do Espírito Santo. Assim diz o Decreto Ad Gentes sobre a atividade Missionária da Igreja. Nesse documento fica expressa a vocação missionária da Igreja de ir até o povo de Deus, de estar em saída, a partir do que disse Jesus: "Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura" (Mc16, 15).

arquivo pessoal
arquivo pessoal
Pe. José Carlos Pontes Jr, Missionário Redentorista, em missão além-fronteiras em Moçambique.

Com este mesmo espírito, a Congregação Redentorista, missionária por essência, também busca incansavelmente anunciar o Evangelho a todos os homens. Entre as áreas de atuação da congregação fundada por Santo Afonso Maria de Ligório está a Missão Ad Gentes.

É um serviço prestado ao Reino de Deus em situações adversas a partir de uma necessidade específica, como a falta de sacerdotes e religiosos. Geralmente são locais que precisam de uma atenção especial e que a Congregação Redentorista procura ajudar e atender com sua força missionária.

:: Missão além-fronteiras: a presença redentorista em Moçambique

A Província de São Paulo, por exemplo, tem muitos confrades fora do território da unidade, como em Goiás, Recife e Porto alegre. Há ainda missionários fora do Brasil, em Angola, Portugal, Suriname e Estados Unidos da América. E ainda aqueles em Roma, que se dedicam aos estudos ou trabalhos ligados ao Governo Geral.

De acordo com o Superior Provincial, Padre José Inácio de Medeiros, são observados alguns critérios para o envio desses missionários: a disponibilidade em primeiro lugar, boa saúde, conhecimento da língua estrangeira, onde isso se faz necessário, e facilidade de adaptação ao meio.

:: Um redentorista brasileiro na Filadélfia

:: Redentoristas iniciam frente de trabalho em Portugal

Padre Inácio reforça que essa é uma atividade missionária como tantas outras da Província de São Paulo. Portanto, é importante lembrar que ninguém ingressa na Congregação Redentorista para depois trabalhar Ad Gentes. Isso pode acontecer, mas sempre a partir de uma necessidade específica.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.