Notícias

Pe. Rubem Leme Galvão faz memória de suas atividades missionárias

Escrito por Beatriz Nery

13 MAI 2022 - 08H40 (Atualizada em 13 MAI 2022 - 09H48)

Gustavo Cabral/A12

Padre Rubem Leme Galvão, 98 anos. Quem diria que esse homem de voz mansa e que muito fez pela evangelização por meio das missões redentoristas nem pensava em ser padre, inclusive detestava que o domingo havia chegado para ir à Santa Missa.

“Eu era o mais rebelde dos católicos! Teve um dia que mamãe ficou adoentada e pensei ‘ufa, me livrei’, mas foi por pouco, pois uma tia veio me buscar e de tão bravo que eu estava, fui chutando areia no sapato dela o caminho todo até a Igreja. Você pode imaginar o que me aconteceu depois que cheguei em casa!”, conta aos risos.

Tudo mudou quando saiu de sua cidade natal, em Lavrinhas (SP) para morar em Aparecida (SP), por conta do emprego de seu pai como diretor do Grupo Escolar Chagas Pereira. A casa em que moravam era perto do Seminário Santo Afonso, e com isso, passou a frequentar as festas dadas no local, acompanhado de seu pai.

Essas visitas fizeram o seu coração se interessar. Para o menino que sonhava ser aviador decidir ser padre foi como uma explosão na família. “Diziam que era mais fácil boi voar do que o Rubinho ficar padre”, relembrou a brincadeira na época.

Ele pode não ter voado como pensava, mas sua voz viajou mais longe seja pelas ondas da Rádio Aparecida, em que foi diretor por 10 anos e apresentou o célebre programa “Marreta na Bigorna”, assim como pelas viagens em missões redentoristas que fez despertar inúmeras vocações.

Prestes a completar 99 anos, afirma que servirá sempre ao seu propósito na vida de anunciar o Evangelho até o último suspiro.

Conheça a história do redentorista mais velho da Província de São Paulo:

:: Conheça a história de outros tesouros redentoristas

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Beatriz Nery, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.