Por Elisangela Cavalheiro Em Redentoristas

Colaboradores das Obras Sociais Redentoristas em missa no Santuário Nacional

Mais de 70 colaboradores dos Centros de Assistência Social (CAS) da Província Redentorista de São Paulo estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira, 16, no Santuário Nacional de Aparecida. Aos pés da Mãe Aparecida, o grupo encerrou o encontro de convivência realizado desde a última terça-feira, 13.

Missa com colaboradores das Obras Sociais Redentoristas em Aparecida (24)

Presidiu a celebração, o superior provincial padre Rogério Gomes, C.Ss.R, e foram concelebrantes o vigário provincial padre Inácio Medeiros, C.Ss.R e padre Jadir Teixeira da Silva, C.Ss.R., diretor das Obras Sociais Redentoristas.

Na homilia, o superior provincial destacou a cura do paralítico de Cafarnaum e neste contexto referiu-se às “paralisias sociais” que privam os homens e mulheres de viverem a vida em abundância oferecida por Jesus.

“Neste contexto de cura das paralisias trazidas pelo evangelho acontece a romaria dos Centros de Assistência Social mantidos pela Província Redentorista de São Paulo. É um compromisso evangélico e social que temos em relação às pessoas em situação de vulnerabilidade, risco e pobreza. Da parte da Província, não se trata de uma mera filantropia, mas uma oportunidade de traduzir o Evangelho em práticas socioeducativas, trata de curar e cuidar de tantas feridas e paralisias sociais, resgatando as pessoas e fazendo-as pegar suas camas e andarem por si mesmas”, frisou.

Foto de: A12/Elisangela Cavalheiro

Missa com colaboradores das Obras Sociais Redentoristas em Aparecida (14)

Padre Rogério incentivou todos os colaboradores na sua missão de libertar as pessoas das paralisias sociais. “Vocês são enviados para testemunhar que outro mundo é possível, aquele do amor que brota das entranhas de Deus, aquele sonhado por Jesus”.

Os Centros de Assistência Social (CAS) contam com unidades espalhadas em diversas cidades do estado de São Paulo e uma em Sacramento (MG). A ação nesses centros ocorre a partir dos projetos: Semear, SOS Família, Inclusão Digital, Inclusão Jovem e Vida Ativa.

Juntos, atendem diariamente 1.700 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos. Em 2014, as obras registraram a média de 2.150 atendimentos por mês. Se o número for multiplicado pelos membros da família que indiretamente são atendidos pelos diversos projetos, esse número será quatro vezes maior. Nos oito CAS somam forças 112 colaboradores e dezenas de missionários e religiosas.

Ao final da celebração, o A12 conversou com Irmã Lourdes da Silva, religiosa da Congregação das Mensageiras do Amor Divino, que atua no CAS de Sacramento (MG), sobre a missão que exerce em sua unidade.

 

 

 

Foto de: A12.

Missa com colaboradores das Obras Sociais Redentoristas em Aparecida (20)

Padre Jadir Teixeira.

O A12 também conversou com o padre Jadir sobre o trabalho realizado pelos colaboradores e projetos sociais desenvolvidos nos CAS. Ouça:

 

 

Conheça o site das Obras Sociais Redentoristas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.