Por Elisangela Cavalheiro Em Redentoristas

Dom Fré "ajudou a construir a Igreja de Aparecida", diz dom Darci Nicioli

No final da tarde desta quinta-feira, 3 abril, data da canonização de São José de Anchieta, foi enterrado em Aparecida (SP), o bispo emérito de Barretos, dom Pedro Fré, C.Ss.R. No Altar Central do Santuário Nacional, fiéis, padres, familiares e amigos, prestaram as últimas homenagens ao bispo Redentorista que dedicou 68 anos de sua vida a serviço da Igreja.  

Dom Pedro Fré - corpo presente (foto A12)

A celebração foi presidida pelo bispo auxiliar de Aparecida, dom Darci Nicioli, C.Ss.R, que foi o primeiro padre ordenado por dom Pedro Fré. Concelebraram a exéquias, o bispo de Guarulhos, dom Edmilson Caetano, o bispo emérito de Coari, dom Joércio Gonçalves Pereira, o administrador diocesano de Barretos, padre José Roberto Alves Santana, o provincial de São Paulo, padre Luis Rodrigues Batista, o reitor do Santuário Nacional, padre Domingos Sávio, e ainda dezenas de padres.

Em sua homilia, dom Darci recordou a importância do bispo redentorista para a cidade de Aparecida e para o Santuário Nacional.

“Deus o consagrou e fez dele um sacerdote, e que sacerdote zeloso! Ajudou a escrever a história da Igreja de Aparecida e desta cidade. Ajudou a construir as paredes desse Santuário e o que elas significam”, frisou dom Darci. 

O bispo auxiliar percorreu o ministério sacerdotal e episcopal de dom Fré recordando histórias que apresentavam sua personalidade humilde, simples e ardorosa.

“Hoje então dizemos: Obrigado dom Fré! Pela sua vida e pelo seu testemunho. Todos nós, de uma maneira ou de outra, fomos construídos por ele”, frisou dom Darci ao final de sua palavra.

A celebração prosseguiu com a partilha do que representou o ministério episcopal de dom Fré, por dom Edmilson, padre Luis Rodrigues, padre José Roberto e o prefeito de Aparecida, Márcio Siqueira.

Após a cerimônia, o corpo de dom Pedro Fré foi levado ao Cemitério Santa Rita, onde religiosos e familiares se despediram do bispo emérito. 

Aos 89 anos, o bispo completou, no mês de fevereiro, 68 anos de profissão religiosa na Congregação do Santíssimo Redentor. Em 2010, dom Pedro passou por cirurgia de hérnia e sofria de problemas cardíacos.

 

O reitor do Santuário Nacional, padre Domingos Sávio, falou ao A12 sobre a perda de dom Pedro Fré para a comunidade religiosa do Santuário Nacional: 

 

Ouça também o depoimento de uma paroquiana de Aparecida e de dois religiosos que conviveram com dom Fré.

Confira galeria de imagens da celebração: 

 

Confira galeria de imagens do ministério de dom Pedro Fré em Aparecida: 

 

9 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.