Por Pe. Carlos Alberto Baptistine, C.Ss.R. Em Redentoristas

Projeto Missionário ajuda a estruturar comunidades em Americana (SP)

Padre Carlos Alberto Baptistine, Missionário Redentorista da comunidade de Araraquara (SP), conta sobre o trabalho missionário que realizou na Diocese de Limeira, especialmente, no Santuário Diocesano de Santo Antônio de Pádua, Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora e Quase-Paróquia de São Francisco de Assis, em Americana (SP). 

Foto: arquivo pessoal.

Santuário Diocesano de Santo Antônio de Pádua recebeu um trabalho de animação redentorista. 

 

Durante cinco meses, foi realizado em Americana (SP), a pedido da Diocese de Limeira, na pessoa de seu bispo Dom Vilson Dias, uma presença redentorista para ajudar na estruturação de algumas comunidades. A comunidade redentorista de Araraquara, delegou a mim este trabalho, uma vez que já conhecia um pouco a realidade da cidade. Dom Vilson já conhecia os nossos trabalhos, uma vez que estudou com os nossos na teologia e tem grande proximidade conosco e afinidade com nosso trabalho também.

 

"Em Americana, foram tempos de amizade, de aprendizado, de muita fé e conquistas. Saio feliz e realizado por ter conseguido cumprir o que me foi estabelecido pelo bispo, Dom Vilson Dias". 

O projeto começou como ajuda na organização do Santuário Santo Antônio de Pádua, na cidade de Americana, que havia sido elevado ao grau de Santuário Diocesano no dia 13 de junho de 2013. Ministrando cursos de formação e dando orientações para as diversas pastorais o trabalho no santuário caminhou e deu frutos. Para reforçar ainda mais o nossa missão, o santuário recebeu a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, conduzida pelo Pe. Evaldo, com a cobertura da TV Aparecida.

A partir de nosso trabalho foi fechada uma parceria entre o Santuário Santo Antônio de Pádua e a Editora Santuário da Congregação Redentorista. Isso possibilitará um novo empreendimento com a expansão de nossa rede de livrarias. A nova livraria que está sendo montada terá as mesmas características da livraria que está no subsolo do Santuário Nacional de Aparecida.

A cidade de Americana carecia de algo neste sentido, já que aqui, não havia nenhuma outra livraria que distribua o material produzido por editoras católicas. Tudo se recorre a Campinas ou São Paulo. Existem pequenas livrarias particulares que vendem só produtos das grandes livrarias. A nossa Livraria Santuário será a primeira deste gênero na região que abrange cidades de porte como Limeira, Americana, Nova Odessa, Santa Barbara do Oeste e até Piracicaba. Foi o trabalho missionário realizado junto ao Santuário Santo Antônio e Diocese de Limeira que abriu espaço para este empreendimento, pois se já evangelizávamos pelos demais meios de comunicação da Congregação como rádio, TV, Portal A12, folhetos e subsídios litúrgicos, agora temos um espaço ainda maior de divulgação. 

Capacitar as lideranças leigas e organizar as pastorais para que sejam agentes multiplicadores de um novo modo de ser Igreja 

A partir do trabalho realizado junto ao santuário, surgiu outro projeto missionário para ajudar a organização da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, com os mesmo objetivos e metodologia: orientar das pastorais e a administração. Nesta paróquia, Dom Vilson, propôs que se montasse um projeto de desmembramento de uma comunidade (São Francisco de Assis) que passará a ser uma Quase-Paróquia para mais tarde ser instalada como paróquia. Também ali fizemos acompanhamento e formação das pastorais, bem como atendimento do povo da comunidade com a implantação da Novena Perpétua.

Foto: arquivo pessoal.

Cursos de formação orientaram e fortaleceram leigos em sua ação pastoral. 

Do sonho realizado à continuidade do Projeto

Depois de realizados os projetos que me foram confiados, o mês de janeiro marcou o seu encerramento. O Santuário Santo Antônio ficará com suas pastorais mais organizadas e com novas estruturas. A Paroquia Nossa Senhora Auxiliadora e a Quase-Paroquia de São Francisco de Assis receberão novos padres para continuar o projeto ora começado.

Em Americana, foram tempos de amizade, de aprendizado, de muita fé e conquistas. Saio feliz e realizado por ter conseguido cumprir o que me foi estabelecido pelo bispo Dom Vilson Dias, a partir da delegação da Comunidade Redentorista de Araraquara.

Agradeço a minha comunidade de Araraquara que me incentivou e ajudou nas trocas de experiências, especialmente o superior da comunidade Pe. Afonso e Pe. Inácio, nas orientações que foram muito valorosas.

 

Pe. Carlos Alberto Baptistine, C.Ss.R.
Araraquara (SP)

 

Confira a galeria de imagens: 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Carlos Alberto Baptistine, C.Ss.R., em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.