Por Redentoristas Em Redentoristas

Redentoristas comemoram 150 anos de missão no Suriname

Logo do Ano Jubilar do Suriname

Neste mês dedicado às vocações a Congregação do Santíssimo Redentor comemora os 150 anos de presença redentorista no Suriname. Ao longo dos primeiros 135 anos estiveram à frente da missão os missionários holandeses, e nos últimos 15 anos, a evangelização foi assumida pelos missionários brasileiros por meio da URB (União dos Redentoristas do Brasil). Para marcar esse acontecimento, no último dia 1º de agosto, na Catedral Basílica de Paramaribo, foi aberto um Ano Jubilar para celebrar a chegada dos primeiros missionários e agradecer as inúmeras graças alcançadas pela atuação contínua nestas terras.

A chegada dos primeiros missionários aconteceu no dia 20 de fevereiro de 1866, entretanto a Congregação quis iniciar o Ano Jubilar a partir deste mês para favorecer o despertar vocacional nos jovens e ser um momento de inspiração e animação para todos os redentoristas consagradados e leigos associados à missão neste país. O Ano Jubilar será realizado até o dia 1º de agosto de 2016.

Estiveram presentes na celebração, o Vigário geral da Congregação, padre Henrique Lopes (Roma), o coordenador da América Latina e Caribe, padre Manuel Rodrigues (Porto Rico), o coordenador da URB (União dos Redentoristas do Brasil), padre Rogério Gomes (São Paulo), além do padre Joop Vernooy (Holanda) e de dois junioristas.

História

A missão Redentorista no Suriname teve início em 1866 quando o Vicariato Apostólico do Suriname foi entregue aos cuidados dos Redentoristas Holandeses. No dia 30 de Julho de 1865, o Papa Pio IX confiava aos Redentoristas da Holanda, com aprovação do Superior Geral Padre Nicolaus Mauron, o Vicariato do Suriname. Foi nomeado Vigário Apostólico o Padre Swinkels no dia 25 de setembro de 1865, sendo sagrado bispo em 15 de outubro do mesmo ano. Padre Swinkels chegou a Paramaribo, capital do Suriname, uma colônia holandesa, com os primeiros redentoristas, em 1866.

Foto de: reprodução.

Beato Pedro Donders

Beato Pedro Donders. 

A partir desta data, os Missionários Redentoristas iniciaram uma nova jornada de missão através da pregação explícita da Palavra, da presença no meio dos pobres e abandonados, da assistência aos enfermos, especialmente os leprosos, e da inserção missionária. Muitos foram os missionários (Swinkels, Schaap, Wulfingh, Roosmalen, Kuijpers, Lemmens, Broeder Pacificus, Broeder Frans Harmes, Broeder Willem, entre outros) que passaram e deixaram marcas profundas na Evangelização e na construção da Igreja no Suriname. Dentre eles, destaca-se a figura do Beato Pedro Donders, Apóstolo dos leprosos, índios e negros. O beato é reconhecido e considerado o apóstolo humilde da Igreja de Deus no Suriname.

Seguindo as pegadas dos primeiros redentoristas que chegaram vindos da Holanda, hoje os missionários redentoristas do Brasil levam adiante a obra apostólica da Congregação, conscientes dos desafios de reimplantar o Carisma Redentorista no Suriname.

Com o lema da Congregação 'Copiosa Apud Eum Redemptio' que significa 'Com ele há Copiosa Redenção', como Santo Afonso, a Congregação busca continuar Jesus, o Redentor, pregando esta Boa Nova aos pobres.

Atualmente, o Suriname está na condição de Vice-Província holandesa, e conta com a presença de mais de 60 religiosos empenhados na missão, sendo 4 deles vocações nativas do país.

Lançamento de um novo portal

Em vista desta celebração, foi lançado recentemente o site dos Redentoristas no Suriname (www.redemptoristensuriname.com). Nele é possível navegar por diferentes áreas de interesse, como atualidade, informações gerais, história, missão,etc.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.