Por Redentoristas Em Redentoristas

Superior Geral dos Redentoristas lança apelo em prol dos refugiados

O superior geral da Congregação do Santíssimo Redentor (Redentoristas) acompanha com preocupação a situação dos refugiados no mundo. Em um apelo divulgado hoje (04), padre Michael Brehl falou aos religiosos que a questão dos refugiados deve ser tratada a partir da justiça e da misericórdia com a pessoa humana. 

Foto de: CSSR Internacional.

Padre Michael Brehl superior da Congregação do Santíssimo Redentor

A questão dos refugiados "é um problema humano -
e isso diz respeito ao mundo inteiro".
Padre Michael Brehl, C.Ss.R.

"Naturalmente, esta situação não é nova, ela existe e cresce ao longo dos últimos anos, em intensidade e perigo. Muitos estão fugindo da guerra, alguns são vítimas de tráfico de seres humanos, e outros estão em busca de novas possibilidades para as suas famílias, deixando para trás a miséria e o desespero. São todos seres humanos, filhos de Deus – nossos irmãos e irmãs", frisou Brehl. 

O superior lembrou com consternação as imagens que os notíciários internacionais divulgaram nos últimos dias, mostrando a massa de imigrantes que tentam atravessar para a União Europeia em busca de segurança. "Entre essas imagens, vimos corpos dos mortos jogados ao mar, incluindo mulheres e crianças, e os rostos angustiados dos pais que procuram desesperadamente encontrar seus filhos", lamentou.  

"Este não é um problema 'europeu'. Não é algo do 'Oriente Médio' ou um problema 'africano'. É um problema humano – e isso diz respeito ao mundo inteiro", enfatizou. 

Padre Michael Brehl sublinhou ainda que mesmo diante da dificuldade de encontrar soluções é preciso "pressionar nossos governos e líderes para buscar juntos uma resposta verdadeiramente compassiva, justa e humana", acrescentou. 

Por fim, o superior dos redentoristas lançou um forte apelo a todas as pessoas para que rezem pelos que sofrem com as guerras em sua terra natal e para que a humanidade possa caminhar em direção da justiça e misericórdia. 

"Precisamos lembrar desses milhares de imigrantes em nossas orações e em nossa caridade fraterna. Que o Deus da misericórdia e compaixão mova os nossos corações para uma experiência mais profunda da nossa humanidade comum. Assim, poderemos realmente ser movidos pela ação, buscando a justiça e misericórdia para todos", finalizou. 

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.