Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 28 NOV 2018 - 08H59

Tradição da novena de Natal teve início com Missionários Redentoristas

Shutterstock.
Shutterstock.

Há 50 anos, os Missionários Redentoristas criaram a novena ‘Natal em Família’, tradição que hoje está presente em todas as dioceses e comunidades, de norte a sul do Brasil.

O idealizador dessa novena foi padre Antonio Tamassia, da Província de Goiás, e o então Pe. Carlinhos, hoje dom José Carlos de Oliveira, bispo emérito de Rubiataba (GO), quando moravam em Araraquara (SP), e atuavam na equipe das Missões Populares Redentoristas.

A promoção da novena deu impulso às iniciativas da pastoral em todo o Brasil para formar pequenos grupos de oração e reflexão, por ocasião de grandes festas da Liturgia. Segundo padre Rafael Vieira, autor de várias edições da novena ‘Natal em Família’, inclusive em 2018, a prova dessa afirmação é que o criador, padre Tamassia, recebeu um pedido de Dom Luciano Mendes de Almeida para popularizar a Campanha da Fraternidade da CNBB por meio da reunião de pequenos grupos de oração e de reflexão.

“Hoje, quando as pessoas fazem parte da grande movimentação em torno dos temas das Campanhas da Fraternidade, podem não saber que esse modo mais popular de vivência começou com o ‘Natal em Família’”, destacou o religioso em entrevista à revista Pastoral Popular.

Um fato marcante na história desse trabalho pastoral ocorreu em 1999, com a entrega de um abaixo-assinado com um milhão de assinaturas dos participantes dos grupos de novena, manifestando apoio ao pedido de perdão pelos pecados da Igreja que o Papa João Paulo II iria fazer, por ocasião do Jubileu do ano 2000.

“O número impressionou o Vaticano e, por causa disso, fui convidado a contar essa história ao Papa e o fiz na Praça de São Pedro, no dia 20 de maio do ano do Jubileu do Nascimento de Cristo. Foi emocionante. Um momento em que toquei nas mãos de um santo, falei para ele do ‘Natal em Família’ e, em nome da minha Congregação e do povo brasileiro que ama esta novena, recebi a sua bênção”, lembra padre Rafael.

Revista Pastoral Popular.
Revista Pastoral Popular.
Padre Rafael entrega livro de assinaturas a São João Paulo II.

Além do padre Tamassia e dom Carlinhos, entre os colaboradores dos primeiros anos estiveram o padre Pedrinho Guareschi, redentorista de Porto Alegre (RS) e o padre Márcio Fabri dos Anjos, de São Paulo (SP).

Uma realidade que se mantém na elaboração da novena é a preocupação em manifestar nela a tradição de evangelização, representada pelos Missionários Redentoristas.

Leia MaisAno especial recorda vida do Padre Pelágio Sauter, Apóstolo de Goiás Palavra do Provincial: Redentoristas e a comunicaçãoIrmão Bento Hiebl, artista sacro da Congregação Redentorista“Para obedecer a essa tradição, é preciso que o texto seja predominantemente marcado pela escuta da palavra de Deus e a reflexão feita de forma bem simples, de modo que qualquer pessoa possa entender, independentemente de seu grau de instrução. Uma última característica são dois compromissos entre os participantes: a conversa entre as famílias e a ação concreta, para dar testemunho do que foi rezado.

Eu creio que, considerando esses elementos, rezando para pedir a luz do Espírito Santo, muitas pessoas podem escrever textos maravilhosos para ajudar o nosso povo a se preparar para a Festa do Natal em todo o Brasil”, acrescenta o missionário.

Este é um ponto que padre Rafael reforça que também está presente em todas as novenas de Natal, que hoje são feitas por outras editoras católicas. O livreto ‘Natal em Família’ é publicado pela Scala Editora, e esse ano tem como tema ‘Jesus nasce todos os dias para nós’.

Desde 2015, o Santuário Nacional prepara uma novena de Natal para que os devotos da Mãe Aparecida possam também entrar no espírito natalino e receber o Redentor com o coração em festa. A cada ano, um elemento inspirador ajuda os devotos a rezar e, em 2018, o tema escolhido foi 'O Senhor nos recria em seu amor'.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.