Por Thamara Gomes Em Notícias Atualizada em 16 NOV 2018 - 15H03

Redentoristas celebram 120 anos do Seminário Santo Afonso

Uma missa festiva celebrada nesta quinta-feira (15) marcou as comemorações pelos 120 anos de fundação do Seminário Santo Afonso. Missionários Redentoristas e amigos se reuniram para relembrar toda a história da casa de formação mais antiga da Congregação Redentorista no Brasil e fazer memória te todos que passaram pela instituição.

Há 120 anos o Seminário Santo Afonso forma os futuros missionários redentoristas para assumirem a missão idealizada pelo pai fundador: levar o Redentor para o mundo, assumindo a figura do Cristo. Uma história que começou com o chamado ‘Juvenato’, em uma casa próxima à Basílica Velha e com apenas 5 seminaristas, orientados pelo Pe. Valentim Von Riedl.

:: Conheça toda a história do Seminário Santo Afonso

Em sua homilia, Pe. José Inácio de Medeiros, Superior Provincial, falou sobre a importância de preservar a memória redentorista.

“Como ação dinâmica, a história acontece em uma somatória de três momentos importantes: o passado, o presente e o futuro. O tempo passado nos ajuda a fundamentar o nosso presente e projetar o futuro. Louvamos e agradecemos a Deus pelos 120 anos de fundação deste seminário.”

Dar graças pelo aniversário dessa instituição é celebrar a Vocação Redentorista, celebrar as marcas que o Seminário Santo Afonso deixou na caminhada vocacional de cada um que por ali passou.

Mensagem do Superior Geral

Por ocasião da festividade, Pe. Michael Brehl, Superior Geral da Congregação Redentorista, enviou uma carta direcionada aos atuais formadores do Seminário Santo Afonso, Pe. João Paulo de Oliveira e Ir. Cláudio Aparecido Teixeira, e aos seminaristas. Ele fez uma memória agradecida por todos aqueles que gastaram e gastam os dias em favor da redenção na casa formativa para que ela cumpra a sua função no anúncio da copiosa redenção.

“Essa preocupação em formar novos redentoristas brasileiros foi vital para o êxito da ação evangelizadora dos redentoristas, não somente em são Paulo, mas também para o Brasil. Aos poucos, o pequeno grupo de alunos expandiu e das primeiras sementes plantadas, colheram-se os primeiros frutos que geraram outros novos ao longo da história, chegando até os dias de hoje. Assim, essa casa cumpre o seu papel de celeiro de vocações e de formação para a vida cristã e consagrada”.

Exposição e teatro

Os seminaristas preparam ainda uma exposição com objetos que marcaram a história do Seminário Santo Afonso. Os jovens apresentaram também uma peça teatral baseada na obra o Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna. O dia de festa terminou com uma grande confraternização.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.