Por Pe. Domingos Sávio da Silva, C.Ss.R. Em 300 anos

Palavra do Reitor

Já nos preparando para o grande Jubileu de 2017, comemorativo dos 300 anos do Encontro da Imagem da Mãe Aparecida no Rio Paraíba, meditávamos os mistérios gozosos do terço na Novena de 2012. Em 2013, os luminosos. Neste ano, queremos dedicar-nos aos dolorosos: “Com a Mãe Aparecida, ser solidário na dor!” Com Ela, reviver o caminho de dor e morte de Jesus, iluminação para nossa própria vida!

“Quem me segue, não caminha nas trevas, mas terá a luz da vida” (Jo 8,12b). Com essa certeza, querido irmão ou irmã, celebremos esta Novena da Padroeira de 2014! E como ansiamos ter essa Luz-Jesus! O sofrimento e a morte, por si mesmos, parecem às vezes revelar-se como trevas, e até impenetráveis a toda e qualquer luz!

Jesus, que é “a Luz do mundo” (v. 12a), não só passou por esse humano caminho de dor, mas inaugurou um jeito luminoso, até esplendoroso, de o trilhar. Sim, iluminou até a morte, o “último inimigo a ser vencido”! Iluminou a morte, vencendo-a, dando-lhe até um sentido: se eu a vivo por Alguém, com maiúscula ou minúscula, se a vivo por amor, torna-se fonte de bênção para mim e para a pessoa por quem eu a enfrento: “Alegro-me nos sofrimentos que tenho suportado por vós e completo, na minha carne, o que falta às tribulações de Cristo em favor do seu Corpo que é a Igreja” (Cl 1,24).

Mãe Aparecida, fostes a grande presença materna – uma nova réstia de luz – na dor inclusive mortal de vosso Filho-Luz! Hoje somos vossos novos filhos e filhas. Sede hoje essa mesma luz sempre “de pé” aos pés de nossa dor, de nossa morte! Mas, principalmente, ensinai-nos a nos deixar iluminar – nessas circunstâncias doridas – pela Luz que é vossa e de todos nós, que é vosso Filho e nosso Irmão e Salvador, Jesus!  

 

Reitor - Padre Domingos

Pe. Domingos Sávio da Silva, C.Ss.R.
Reitor do Santuário Nacional de Aparecida

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Domingos Sávio da Silva, C.Ss.R., em 300 anos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.